Ciclismo - ( - Atualizado )

Ciclismo pode ficar fora das Olimpíadas após confissão de Armstrong

Londres (Inglaterra)

Uma notícia muito ruim para o ciclismo pode se concretizar. Depois da confissão de doping do ex-ciclista Lance Armstrong, no programa da apresentadora Oprah Winfrey, a modalidade pode ser excluída do programa olímpico. Esse fato pode ocorrer se o norte-americano provar que a União Ciclística Internacional (UCI), órgão que regula o esporte, encobriu o esquema de dopagem.

Essas informações foram reveladas por Dick Pound, membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) à agência de notícias Reuters. “O único jeito de tudo ser resolvido será quando as pessoas envolvidas disserem ‘ei, não estamos mais nas Olimpíadas e lá é onde queremos estar, então vamos tentar voltar para lá (programa olímpico)’”, disse Pound, em entrevista por telefone.

O membro do COI ainda criticou a entidade que comanda o ciclismo internacional. “O COI terá que lidar com isso, o (UCI) nunca foi conhecido por ações fortes contra o doping”, ressaltou Dick Pound, que já comandou a Agência Mundial Antidoping (Wada).

Depois que a Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada) divulgou um relatório, no ano passado, acusando o ex-ciclista de ser o mentor de um grande esquema de doping, Lance Armstrong teve todos os seus sete títulos da Volta da França cassados e foi banido do esporte pela UCI. Travis Tygart, executivo chefe da Usada, chamou o esquema de “o mais sofisticado, profissional e bem-sucedido programa de doping que o esporte já viu”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade