Futebol/Bastidores - ( )

Alexandre Pato celebra futebol sem firulas “do melhor time do mundo”

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O retorno ainda jovem ao futebol brasileiro não é considerado por Alexandre Pato um retrocesso em sua carreira. Aos 23 anos, depois de cinco temporadas no Milan, o atleta explica que vê o Corinthians como time ideal para atuar neste momento, justamente depois da conquista do Mundial de Clubes da Fifa.

“O Corinthians foi campeão da Libertadores e também do Mundial. Não dei um passo para trás na carreira, eu vim para o melhor time do mundo”, afirmou, para acrescentar. “As duas melhores escolhas da minha vida foram Milan e Corinthians. Sempre trabalhei forte e não me arrependo de nada. Há cinco anos, tinha propostas de outros times, mas escolhi o que achei melhor. Agora, é a mesma coisa aqui”.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Amigo de Tite desde criança, Alexandre Pato admira a consistência exibida pelo Corinthians
O atacante se mostrou um fã do estilo de jogo da equipe de Tite, principalmente pelo padrão apresentado na decisão contra o Chelsea, em dezembro, no Japão. Na opinião do atleta, o desempenho do Timão serviu para mostrar aos europeus que o futebol brasileiro está diferente de antigamente.

“Eles surpreenderam bastante o Chelsea, porque era falado (na Europa) que time brasileiro é meio lento e tem mais firula, mas o time demonstrou o valor do nosso País. O futebol nacional está evoluindo bastante e o Corinthians vai levantá-lo ainda mais”, apostou.

O técnico Tite não pretende alterar o esquema tático do Corinthians mesmo depois da contratação de Pato. A ideia do treinador é mudar um pouco as características dos atletas escolhidos para jogar, sem proporcionar uma perda no padrão alvinegro. E o atacante confia nas escolhas do técnico, com quem tinha contato desde criança.

“O Tite foi muito importante na minha vinda, eu o conheço desde quando tinha dez anos de idade. O filho dele estudava no mesmo colégio que eu e até estive na casa dele uma vez, quando eu era pequenininho. Não vejo a hora de trabalhar com ele”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade