Futebol - ( - Atualizado )

Andrés cogita volta à presidência com mudança no estatuto do Timão

São Paulo (SP)

Entre as mudanças no estatuto do Corinthians promovidas na gestão Andrés Sanchez, proibiu-se a reeleição. Um presidente só pode voltar ao cargo após dois mandatos, algo que pode ser alterado já no próximo pleito, no início de 2015.

Há um movimento para o retorno do dirigente, que comandou o clube até o ano passado e continua bastante ligado à atual diretoria. Ele pensa em brigar pelo poder na CBF, mas não descarta suceder seu sucessor, Mário Gobbi.

“O Corinthians vinha traumatizado, com praticamente três presidentes em 54 anos. Então, foi uma coisa muito brusca”, disse Andrés ao Sportv, apontando radicalismo na mudança estatutária que promoveu.

Djalma Vassão/Gazeta Press
O ex-presidente Andrés Sanchez pensa na possibilidade de voltar ao comando do Corinthians em 2015
“Não sou a favor de que mude, mas, como bom democrata... Se a maioria achar que é preciso mudar o estatuto, vamos mudar”, acrescentou o popular ex-cartola, figura muito lembrada por todos no momento da conquista do Mundial.

Segundo Andrés, até pessoas de alas políticas adversárias pressionam por uma nova alteração no estatuto do Timão. “Vamos ver se isso muda na outra eleição, pode ser na próxima já.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade