Futebol - ( - Atualizado )

Dar confiança a Pato é a principal preocupação dos médicos do Timão

Marcos Guedes São Paulo (SP)

O Corinthians buscou informações com médicos do Milan e da Seleção Brasileira sobre Alexandre Pato e não ouviu nada muito alarmante. A ideia do clube é fazer todo tipo de exame para investigar as causas das recorrentes lesões do jogador e, mais importante, dar-lhe confiança.

“A confiança é bastante importante porque passa muita coisa na cabeça de um jogador que teve os problemas que ele teve”, disse o fisioterapeuta Bruno Mazziotti, começando sua frase com uma palavra que repetiria várias vezes durante a entrevista concedida no CT do Parque Ecológico.

De acordo com ele, não há nada errado com a cabeça de Pato. “Não é que ele passe por um distúrbio psicológico ou coisa parecida. É que confiança é importante em qualquer atividade. No caso do Pato, então, é extremamente importante.”

O atacante teve 16 lesões desde 2007, ano em que chegou ao Milan. Foram vários problemas musculares, sobretudo nas duas últimas temporadas, que atrapalharam bastante a vida daquele que foi à Europa como uma promessa de enorme futuro.

No calendário do futebol europeu iniciado no meio de 2012, Pato participou de apenas sete das 25 partidas do Milan. Mas o Timão acredita em seu departamento médico para recuperar um atleta cujos 23 anos de idade são motivo para otimismo.

“Nossa metodologia é diferente da utilizada na Europa. O Corinthians confia em seus departamentos para dar ao jogador a chance de se reabilitar. A ideia não é provar que o Milan estava errado. É dar a oportunidade ao jogador”, concluiu o fisioterapeuta.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade