Futebol - ( - Atualizado )

Guerrero dá atenção ao filho em treinamento do Timão

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Paolo Guerrero carrega em uma tatuagem no abdômen a imagem de Diego Henrique, o filho de oito anos que tem com uma brasileira. O jogador já afirmou que o machuca a distância do garoto, que cresce no Rio de Janeiro, mas o herói do Mundial pôde trabalhar com um sorriso largo no rosto nesta sexta-feira.

Diego acompanhou alegremente o treino no CT do Parque Ecológico. Sempre seguido por um amigo do centroavante peruano, o menino circulou pelos corredores e, nos momentos em que não estava inquieto, assistiu ao rachão.

Entre a primeira e a segunda metade da atividade, Paolo serviu um copo de água ao filho. Diego deu um banho em si mesmo e percebeu que tinha feito arte, mas não levou bronca do jogador, que se prepara para fazer sua primeira partida na temporada 2013 na próxima quarta-feira.

O filho de Guerrero viu os jogadores do Timão, liderados por Jorge Henrique, brincarem bastante com Renato Augusto por conta de uma finalização desastrosa. O meio-campista, que chegou recentemente da mesma Alemanha que fazia Paolo infeliz, gostou.

“É uma coisa até gostosa. Na Alemanha, não tinha isso. Fiquei três anos sozinho, sem nenhum companheiro brasileiro. Por isso, procuro curtir este momento, as brincadeiras do dia a dia. Sempre fui acostumado a isso, e foi bem diferente lá fora”, comentou Renato, atleta do Bayer Leverkusen entre 2008 e 2012.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade