Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Julio volta ao banco por rodízio, mas ganha apoio do chefe

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Prática desde a última temporada, o rodízio entre Julio Cesar e Danilo Fernandes na ausência do titular Cássio terá sequência na partida do Corinthians contra a Ponte Preta, nesta quarta-feira. Tite enfatizou que a mudança no gol nada tem a ver com o lance em que o empate ao Paulista foi cedido no último domingo.

“Quem apontou falha do Julio não conhece nada de futebol. Não teve problema nenhum. Foi mérito da infiltração do adversário. As pessoas que colocam nisso não entendem nada de futebol”, comentou o treinador do Corinthians.

Na primeira rodada do Estadual, o Alvinegro vencia o Paulista por 1 a 0, graças a gol de Giovanni, até os 34 minutos do segundo tempo. Aí Guilherme Andrade perdeu a bola, que foi metida nas costas de Felipe. João Henrique tirou do goleiro e bateu diante de um André Vinícius bastante observador – e pouco ativo.

Divulgação/Agência Corinthians
Julio Cesar perdeu a paciência com as ofensas recebidas no Twitter e fechou sua conta (foto: Daniel Augusto Jr.)
O lance fez Julio Cesar receber ameaças no Twitter e fechar a sua conta no microblog. O camisa 1 é alvo constante das críticas de parte da torcida, não satisfeita com o fato de Cássio ter assumido sem volta a posição de titular após as falhas do hoje reserva no Estadual do ano passado.

“A gente tem que ter cuidado. Quando você fala torcida, parece que está falando de toda a torcida. São algumas pessoas”, afirmou Tite, grato ao perseguido jogador por ter mantido seu emprego após a derrota para o Tolima e pelo bom trabalho na conquista do Brasileiro de 2011.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade