Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Pato está de volta menos de sete anos após estrear contra Palmeiras

São Paulo (SP)

Nascido no interior do Paraná, um dos maiores redutos de corintianos fora de São Paulo, Alexandre Pato está de volta ao futebol brasileiro menos de sete anos após começar a jogar como profissional. A estreia do novo atacante do Corinthians ocorreu justamente contra o agora rival Palmeiras.

Em 26 de novembro de 2006, no Estádio Palestra Itália, Alexandre Pato foi utilizado pela primeira vez pela equipe principal do Internacional. O jogador marcou um gol logo com um minuto de jogo, tabelando com Fernandão. Ele ainda deu duas assistências e cabeceou uma bola na trave naquela goleada por 4 a 1 sobre o Palmeiras.

Assim como o Corinthians, Pato também tem experiência em Mundiais de Clubes da Fifa. O jogador disputou o torneio com 17 anos, na mesma temporada em que se tornou algoz do Palmeiras. Ao abrir o placar na vitória do Inter sobre o Al Ahly (curiosamente, o time egípcio também foi um adversário corintiano em 2012), ele virou o mais jovem atleta a marcar gol em uma competição oficial da Fifa, quebrando recorde de Pelé. Antes de ir à final e ajudar seu time a superar o espanhol Barcelona, ele ainda chamou a atenção ao fazer embaixadas com o ombro na linha de fundo.

Divulgação/Corinthians
Mais um louco do bando, o atacante Alexandre Pato estreou como profissional justamente contra o hoje rival Palmeiras
Já em 2007, Alexandre Pato auxiliou o Inter a derrotar o mexicano Pachuca na decisão da Recopa Sul-americana, título que o Corinthians tentará ganhar em 2013, contra o rival São Paulo. Ele marcou um gol na derrota por 2 a 1 fora e casa e outro na goleada por 4 a 0 no Beira-Rio.

Com um início de carreira tão destacado, Pato logo passou a ser alvo da cobiça dos clubes europeus. O italiano Milan desembolsou € 24 milhões para contratá-lo como substituto do ídolo ucraniano Adriy Shevchenko. A estadia em Milão gerou títulos do Campeonato Italiano (2010/11) e da Supercopa da Itália (2011).

As recorrentes lesões, no entanto, brecaram a ascensão de Alexandre Pato, que perdeu espaço também na Seleção Brasileira. A sua repatriação pelo Corinthians, por € 15 milhões (mais de R$ 40 milhões), poderá deixá-lo mais próximo do time agora comandado por Luiz Felipe Scolari.

“Mas a nossa prioridade é o Corinthians. Queremos retornar ao Brasil para corresponder no clube. O que acontecer de bom lá vai refletir onde for necessário, mas não estamos pensando nisso a princípio. Obviamente, o Pato tem interesse em voltar à Seleção. Quem não gostaria? Só que o foco é o Corinthians. Ele está indo para um grande clube, com grupo forte e vencedor, então a meta primordial é trabalhar para habilitá-lo a jogar”, declarou Gilmar Veloz, empresário de Alexandre Pato, pouco antes de sacramentar a transferência.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade