Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Confiante com nova diretoria do Fla, Alex Silva nega ser mercenário

Rio de Janeiro (RJ)

Com retorno assegurado ao elenco principal do Flamengo, Alex Silva espera conseguir apagar a imagem que pode ter deixado quando trocou a Gávea pelo Cruzeiro. Negando a fama de indisciplinado, o zagueiro quer mostrar que foi chamado injustamente de mercenário por parte da torcida e acredita que a nova diretoria pode recolocar o clube no caminho das vitórias.

Quando chegou à Raposa, Alex sofreu uma grave lesão e não vestiu mais a camisa da equipe. Chamado por Dorival Júnior e pela diretoria chefiada por Eduardo Bandeira de Mello para voltar ao Rubro-Negro, o defensor promete retribuir a confiança, e não deixou de criticar a gestão de Patrícia Amorim.

“O mais importante é a nova diretoria. São pessoas corretas e que querem mudar o clube para melhor. Espero que a torcida entenda que não saí por indisciplina, mas porque não cumpriram o que me prometeram. Alguns torcedores me chamaram de mercenário, mas isso não existiu. Na minha saída do Cruzeiro abri mão do que tinha pra receber, então o problema não é financeiro”, garantiu à Rádio Globo.

Ainda em processo de recuperação, Alex Silva demonstra tranquilidade para recuperar seu espaço em um setor que tem o chileno Marcos Gonzáles, Renato Santos e o contestado Wellinton. “O primeiro passo é voltar a jogar, não penso agora em titularidade. Quero voltar a jogar para depois pensar em ser titular”, afirmou o ex-jogador do São Paulo.

Se nega ser mercenário, o zagueiro comemora a garantia dos novos dirigentes para manter os salários do elenco em dia. “Já tivemos uma conversa com a diretoria e eles nos deixaram tranquilos quanto a isso. Eles buscarão cumprir o papel deles fora de campo e nós também vamos procurar dentro dele”, finalizou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade