Futebol/Campeonato Carioca - ( )

Felipe aprova Hernane como camisa 9 e garante garra a flamenguistas

Rio de Janeiro (RJ)

Vagner Love voltou ao CSKA, da Rússia, e sobrou para Hernane a missão de ser o centroavante do Flamengo, e logo vestindo a camisa 9. Mas o atacante fez sua parte marcando os dois gols da vitória sobre o Quissamã na estreia do Campeonato Carioca. E ganhou aval do goleiro Felipe, um dos mais experientes do elenco.

“Atacante vive de gol. Quem sabe ele não pode deslanchar? No Paulista, que é o Estadual mais forte do País, ele foi vice-artilheiro. Esperamos que aquele Hernane apareça e faça muitos gols para nós”, comentou Felipe.

Em 2012, pelo Mogi Mirim, Hernane fez 16 gols, só sendo superado pelos 20 de Neymar. Por isso, o Rubro-negro o contratou. “A torcida não confia nem dá grande valor ao Hernane, mas estamos com ele diariamente, vemos seu esforço. Foi feliz e decisivo”, lembrou Felipe.

O goleiro ainda avisa que não só o atacante, mas todos vão se esforçar para uma temporada de sucesso da equipe. “O torcedor está preocupado porque não foram contratados jogadores famosos, mas vamos honrar a camisa do Flamengo”, prometeu, valorizando os 2 a 0 impostos sobre o Quissamã.

“Independentemente da equipe que enfrentamos, é importante começar o campeonato vencendo. E para o goleiro é ainda mais quando não se toma gol. É trabalhar para continuar vencendo e ter mais confiança”, falou, elogiando os garotos que participaram do triunfo desse sábado.

“A equipe estreou com muitos atletas novos, que nem esperavam que iam jogar. Mas eles se saíram muito bem. O Dorival foi feliz fazendo uma mescla com quem estava disputando a Copa São Paulo porque a equipe não sentiu a parte física”, aprovou Felipe.

André Portugal/Vipcomm
Colegas abraçam Hernane: esperança é que ele volte a marcar gols como no Paulista de 2012

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade