Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Felipe e Monzón chegam ao Flu com o título da Libertadores em vista

Rio de Janeiro (RJ)

Com os reservas confirmados para a estreia no Campeonato Carioca, a diretoria do Fluminense utilizou este sábado para apresentar mais dois reforços. O experiente Felipe e o lateral esquerdo Fabian Monzón chegaram ao centro de treinamento das Laranjeiras com o mesmo objetivo: conquistar a Copa Libertadores. A dupla já até vestiu a nova camisa do clube e se mostrou motivada com a transferência para o Tricolor.

“Para mim é um prazer poder jogar novamente no Fluminense. Agradeço a oportunidade que o clube está me dando. Vou me juntar a um elenco qualificado, que é campeão estadual e brasileiro. Vim para somar. Se vou jogar 15, 20 ou 30 minutos, isso depende do Abel Braga. Sou mais um guerreiro pronto para poder ajudar o Flu nessa Libertadores”, declarou Felipe.

Atualmente com 35 anos, o armador deixou o Vasco depois de se desentender com o diretor executivo René Simões. O dirigente não gostou das críticas feitas pelo jogador publicamente e tratou de viabilizar a sua rescisão contratual. O presidente Roberto Dinamite ainda tentou intervir para manter o atleta no elenco, mas as partes chegaram ao desfecho negativo após o Fluminense entrar forte para acertar a sua contratação.

Ricardo Ayres/Photocamera
O meia Felipe, ex-Vasco, e o lateral Monzón, ex-Lyon, já vestiram a nova camisa tricolor neste sábado
De acordo com o próprio Felipe, o técnico Abel Braga teve papel decisivo para a sua ida às Laranjeiras. "A presença do Abel foi fundamental. Até porque a gente sempre foi feliz nas equipes que passou, sempre conquistamos títulos. No Fluminense ganhamos o Estadual e chegamos a uma final de Copa do Brasil. Espero ser ainda mais feliz com a Libertadores", acrescentou o meia, que terá a missão de suprir a constante ausência do luso-brasileiro Deco nas escalações do Flu.

Já Fabian Monzón foi contratado para intensificar a concorrência com Carlinhos na lateral esquerda. O argentino estava no Lyon, da França e teve a sua contratação formalizada justamente neste sábado. Apesar de ainda não entender o português e precisar de Rodrigo Caetano para traduzir as perguntas feitas em sua apresentação, o atleta disse estar contente por jogar no Brasil e, principalmente, por voltar a disputar a Copa Libertadores.

“É muito bom ter a chance de jogar no futebol brasileiro. É um lindo país com um futebol muito bom. Sempre acompanho as disputas entre argentinos e brasileiros, dois lados com muita vontade. Por isso estou muito contente de acertar com o Fluminense e poder jogar novamente a Libertadores. Estou ansioso para poder entrar em campo”, declarou o argentino, que deixou o clube francês graças a um empréstimo de uma temporada ao Tricolor.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade