Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Ex- diretor da Williams crê em briga pelo título e torce por Senna

Grove (Inglaterra)

Mesmo de fora da equipe, o ex-diretor executivo da Williams, Adam Parr, continua a acompanhar o time e segue com boas perspectivas para a temporada 2013 da Fórmula 1. Ele acredita na possibilidade de brigar pelo título e ainda lamentou a saída do brasileiro Bruno Senna, por quem torcerá por um lugar no grid da temporada 2013.

"O meu orgulho maior foi ter conseguido ajudar a equipe a se erguer financeiramente, além de colocá-la, do ponto de vista técnico, em uma condição de vencer corridas. "Então, podemos dizer que o GP da Espanha em 2012 foi o meu melhor momento na Fórmula 1, mesmo não estando lá", exaltou Parr à publicação Richland F1, lembrando da vitória do venezuelano Pastor Maldonado em Barcelona.

Parr aprovou o carro de 2012 e acredita que os pilotos da Williams podem fazer mais com um novo modelo competitivo. "Se a Williams entregar a Pastor e a Valtteri novamente um carro rápido, assim como aconteceu em 2012, então acho que o time pode, sim, entrar na disputa do Mundial de Construtores e também de Pilotos", projetou.

Divulgação/Williams
Valtteri Bottas será a novidade do time após a saída do brasileiro Bruno Senna

A Williams optou pela dupla de pilotos formada por Pastor Maldonado e pelo finlandês Valtteri Bottas, com isso Bruno Senna deixou a equipe e ainda não acertou nenhum contrato para continuar na maior categoria do automobilismo em 2013. Ao menos, o brasileiro conta com a torcida de Parr.

"Não dúvidas de que Valtteri possui um enorme talento e de que a equipe precisava mantê-lo de uma forma ou de outra. Porém, eu ainda acredito em Bruno e penso que sua maior fraqueza é realmente a falta de experiência, mas o ponto forte é a capacidade de aprender. Ele vai continuar melhorando, por isso espero vê-lo no grid em 2013", declarou o dirigente por fim.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade