Motor/DTM - ( )

Kubica comemora teste ‘confortável’ com carro da Mercedes de DTM

Valencia (Espanha)

O polonês Robert Kubica deu mais um passo em sua recuperação de um grave acidente sofrido durante uma prova de rali em fevereiro de 2011. Na tarde desta quinta-feira, ele participou de uma sessão de testes com o carro da Mercedes de DTM, o Campeonato Alemão de Turismo, e se disse confortável durante a atividade.

Kubica, que à época do acidente era piloto da Lotus-Renault na Fórmula 1, ainda tenta se recuperar fisicamente para voltar à elite do automobilismo mundial. No ano passado, o polonês começou a participar de provas de rali como parte de sua reabilitação, mas ainda não havia participado de atividades mais exigentes, como o teste no DTM.

“Eu me senti muito confortável me ajustando ao grande downforce que um carro de DTM produz, mesmo após o longo intervalo. Estou muito satisfeito com meu desempenho neste primeiro dia de teste e não tive nenhum problema com o carro”, disse Kubica.

O piloto polonês completou 114 voltas no circuito de Valência, na Espanha, e estava tão contente por ter dado mais um passo em sua recuperação que não ligou nem para a chuva que atrapalhou parte da atividade.

Divulgação
Robert Kubica andou com o carro da Mercedes de DTM em Valência e ficou satisfeito com o dessempenho
“Minha primeira volta de reconhecimento foi no seco, depois vieram algumas pancadas fortes de chuva  e precisamos esperar a pista secar um pouco. No final das contas, foi uma boa experiência conhecer o carro em condições climáticas diferentes”, avaliou.

Novo diretor de automobilismo da Mercedes, Toto Wolff afirmou que o teste foi apenas uma chance para Kubica andar em um carro com downforce, não um sinal de que o polonês pode se juntar à escuderia para a próxima temporada do disputado Campeonato Alemão de Turismo.

“Nós obviamente gostamos de Robert, ele é muito especial. O que queríamos fazer era dar a ele a chance de fazer um teste de verdade em um carro de corrida de verdade para ver como ele vai e se sente. Ele não está 100% recuperado ainda. É a primeira vez dele em um carro com downforce e acho que temos que retomar a partir daqui agora”, avaliou Wolff.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade