Motor/Fórmula 1 - ( )

“Nossos caminhos podem se cruzar”, diz Di Resta sobre McLaren

Londres (Inglaterra)

O escocês Paul Di Resta, confirmado na Force India para a próxima temporada, prevê que em 2014 o mercado de pilotos será movimentado. Desta forma, o competidor espera mostrar serviço neste ano para tentar migrar para uma equipe de ponta no futuro.

Em 2012, o escocês teve seu nome ligado a alguns times de alto nível, a exemplo da McLaren, que perdeu o britânico Lewis Hamilton para a Mercedes e contratou o mexicano Sérgio Perez. Ainda assim, os caminhos podem se cruzar, avisa Paul di Resta.

“Tenho uma ótima relação com a McLaren. O Marthin Whitmarsh (chefe da equipe) foi fundamental para a minha entrada na Force India e também fui ligado à Mercedes-Benz (fornecedora de motores) durante muitos anos. Mas por alguma razão tomaram a decisão de não me contratar”, disse o piloto à Autosport.

Para Di Resta, correr pela McLaren não é a única maneira de fazer os caminhos se cruzarem. “Pode ser em um carro que esteja vencendo eles, então vou rir por último. Mas se eu tiver que trabalhar na equipe, sei que são profissionais e vencem provas. Estou no esporte para isso”, afirmou.

Force India Formula One Team
O escocês Paul Di Resta espera conseguir uma transferência para uma equipe de ponta na temporada de 2014
Após alcançar bons resultados pela Sauber, incluindo três pódio, Sérgio Perez conseguiu fechar com McLaren. O fato de contar com um considerável patrocínio foi decisivo para levar o piloto mexicano a assumir o posto de companheiro do britânico Jenson Button.

“Tem o lado comercial e o Perez conta com um bom apoio”, disse Di Resta, prevendo dificuldades para Perez. “Ele tem um grande desafio e vai precisar mostrar performance. O Jenson provavelmente está no auge e com certeza não vai dar uma vida fácil a ele”, afirmou o escocês, que também sonha com uma transferência.

“O principal é conseguir resultados e se manter na cabeça dos chefes de equipe. É fundamental ter uma boa relação com eles, e eu tenho. Sem ficar implorando por um emprego, você precisa apenas estar na frente deles no momento certo”, encerrou Di Resta.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade