Futebol/Sul-americano Sub-20 - ( - Atualizado )

Brasil busca classificação em duelo decisivo com Peru

San Juan (Porto Rico)

A quinta e última rodada da fase de classificação do Campeonato Sul-americano Sub-20 irá definir as três equipes que irão avançar à próxima fase. Com apenas dois pontos de diferença entre o primeiro colocado, que é o Uruguai, para o último, que é a Venezuela, tudo ainda está indefinido. O jogo contra o Peru, nesta sexta-feira, às 21 horas, será decisivo para a Seleção Brasileira se classificar.

Atualmente na quarta colocação, com os mesmos quatro pontos do Peru, que é o terceiro, somente a vitória interessa à equipe canarinho. O empate também garantiria a classificação, mas dependeria do número de gols marcados no confronto decisivo e o resultado da outra partida da rodada, entre Uruguai e Venezuela. Em um dos casos mais extremos, caso o Brasil empate por 1 a 1 e o Uruguai vença ou empate, a equipe brasileira teria campanha igual a do Equador, inclusive com um empate no confronto direto, o que implicaria em um sorteio para definir o classificado.

Divulgação/CBF
A vitória no último jogo, contra a Venezuela, foi a primeira e única do Brasil na competição

A única seleção que não depende dela mesmo para se classificar é a do Equador, que não joga na rodada e terá que torcer para uma combinação de resultados.

Nos últimos seis dias, a equipe canarinho disputou três partidas, o que desgastou muito os jogadores. Para o técnico Émerson Ávila, a condição física dos atletas será fundamental para definir a escalação da equipe na partida decisiva.

Apontado como um dos favoritos, o elenco brasileiro só conseguiu vencer na última rodada, na quarta-feira, contra a Venezuela, o que pode ter dado uma motivação maior ao elenco.

Daniel Ahmed, técnico da Seleção Peruana também tem problemas para escalar a equipe. Max Barrios recebeu cartão vermelho no jogo contra o Equador e Renato Tapia recebeu o segundo amarelo e não poderão jogar. Os dois jogadores foram os zagueiros titulares desde o início da competição. Rafael Guarderas, peça fundamental no meio de campo, também está fora pelo segundo cartão amarelo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade