Futebol/Copa do Imperador - ( - Atualizado )

Cruzamento de Jorge Wagner ajuda Kashiwa a levar Copa do Imperador

Tóquio (Japão)

O ano de 2013 no Japão começou logo com a disputa da decisão da Copa do Imperador, equivalente da Copa do Brasil no país asiático. Treinado por Nelsinho Bapstista e contando com os meias Jorge Wagner e Leandro Domingues, o Kashiwa Reysol bateu o Gamba Osaka por 1 a 0 e ficou com um título nacional pela terceira temporada seguida.

Em 2010, a equipe faturou a segunda divisão japonesa para, no ano seguinte, ficar com a taça da J-League e garantir vaga no Mundial de Clubes, onde acabou eliminada pelo Santos de Neymar e Paulo Henrique Ganso. Apenas sexto colocado na liga nacional em 2012, o time de Kashiwa viu na Copa do Imperador a chance de manter a sequência de títulos nacionais.

Para chegar à decisão, o time de Nelsinho eliminou o time B do próprio Kashiwa Reysol, Shonan Bellmare, Yokogawa Musashino, Omiya Ardija e Yokohama Marinos. Disputada no primeiro dia de 2013, a final foi contra o Gamba Osaka e o gol da vitória teve participação brasileira.

Aos 35 minutos do primeiro tempo, Jorge Wagner comprovou sua eficiência nas bolas paradas e achou o zagueiro Hiforumi Watanabe na grande área para vencer o goleiro adversário e marcar o gol que garantiu mais uma conquista à equipe amarela, além de uma vaga na Liga dos Campeões da Ásia.

AFP
Watanabe completou cruzamento de Jorge Wagner para marcar o gol e foi saudado por Leandro Domingues

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade