Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Equipe do Catar manifesta interesse por contratação de Riquelme

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

Inativo desde a final da última edição da Copa Libertadores, o meia Juan Román Riquelme negocia seu retorno ao futebol, e não só com o Palmeiras. Nesta semana, uma equipe do Catar manifestou interesse na contração do ex-jogador do Boca Juniors através de um representante brasileiro.

Formado nas categorias de base do Santos e com passagem pelo Hertha Berlim, Cléderson César de Souza encerrou a carreira pelo Al-Ahli no final de 2010 e passou a atuar como empresário na região. O brasileiro é o intermediário da negociação que pode levar Riquelme ao Oriente Médio.

Souza entrou em contato com o estafe de Riquelme e fez a sondagem nesta semana. “Eles já estão cientes do interesse do clube”, disse o empresário à Gazeta Esportiva.net, mantendo a equipe em sigilo. “Para sair da Argentina, é claro que ele quer ganhar bem e agora os dirigentes estão estudando as possibilidades para elaborar uma proposta”, explicou.

De acordo com pessoas próximas ao meia, Souza não foi o único a ligar em nome de equipes do Oriente Médio. Diversos clubes da região já entraram em contato com os representantes do jogador com o objetivo de convencê-lo a atuar lá.

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
Clubes do Oriente Médio já procuraram o meia e podem atrapalhar o acerto com o Palmeiras
O Palmeiras tenta fazer o mesmo e, desde quinta-feira, passou a negociar pessoalmente com o atleta. O presidente Arnaldo Tirone e o diretor financeiro Antonio Henrique Silva estão em Buenos Aires para realizar reuniões que possam, ao menos, alinhavar um acordo que pode ser cumprido por Décio Perin ou Paulo Nobre, que disputarão a presidência nas eleições de segunda-feira.

Em seu último jogo oficial, disputado no dia 4 de julho de 2012, Riquelme perdeu a final da Copa Libertadores diante do Corinthians, pelo Boca Juniors, no Pacaembu. O meia já descartou a possibilidade de retornar ao clube argentino, mesmo com a volta do técnico Carlos Bianchi, com quem ganhou um Mundial e dois títulos continentais.

Convidado para participar do Troféu Mesa Redonda, promovido pela TV Gazeta no final do ano passado, o meia argentino falou com empolgação sobre a possibilidade de jogar no Brasil. Desde então, alguns dos principais clubes do País realizaram sondagens.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade