Futebol Internacional/Mercado - ( - Atualizado )

Real recusa propostas e exige R$ 68 milhões por Kaká, diz jornal

Madri (Espanha)

Apesar de admitir negociar Kaká, ao que tudo indica o Real Madrid não abrirá mão de uma boa compensação financeira para liberar o brasileiro. Segundo o jornal espanhol Marca, o clube merengue recusou as propostas do Milan-ITA e do norte-americano Los Angeles Galaxy.

O Galaxy, time que acabou de perder seu grande astro, David Beckham, teria visto recusada uma proposta de seis milhões de euros (R$ 16 milhões) pelo camisa 8 do Real. O Milan, que estava tentando a contratação de Kaká por empréstimo, também não obteve sucesso em sua tentativa.

Kaká esteve na última quarta-feira em Milão, onde jantou com Robinho. Na saída do encontro, o jogador foi abordado pela reportagem da emissora italiana Sky Sports, e disse que faria tudo que estivesse ao seu alcance para retornar ao clube em que viveu o melhor momento de sua carreira.

AFP
Reserva no Real, Kaká busca clube onde possa jogar para ser observado por Felipão
Na quinta-feira, a emissora oficial do Milan revelou que o clube rossonero negociava com a diretoria do Real Madrid a contratação do brasileiro.

Por outro lado, de acordo com o Marca, Kaká veria com bons olhos uma transferência para o Los Angeles Galaxy, e estaria disposto a se aventurar na MLS (Major League Soccer), liga do futebol norte-americano.

Segundo o jornal, o clube espanhol já estipulou um preço por Kaká: 25 milhões de euros (R$ 68 milhões). Contratado junto a Cristiano Ronaldo, o ex-são-paulino chegou ao Real por uma quantia de 65 milhões de euros (cerca de R$175 milhões na cotação atual), pagos ao Milan. Foi apresentado no Santiago Bernabeu para um público de aproximadamente 40 mil pessoas. Em campo, entretanto, não conseguiu atingir o alto nível que obteve na Itália, quando conquistou a Bola de Ouro da Fifa, em 2007.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade