Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Alvo de clubes ingleses, volante queniano descarta saída do Celtic

Glasgow (Escócia)

Cotado pela imprensa inglesa para reforçar o Manchester United ainda nesta janela de transferências do futebol europeu, que se encerra nesta quinta-feira, o volante Victor Wanyama descartou deixar o Celtic. Animado com a disputa das oitavas de final da Liga dos Campeões, diante da Juventus, o atleta reiterou seu desejo de permanecer no clube escocês até o fim desta temporada.

“Eu posso confirmar que continuarei no Celtic. Estamos jogando bem e nosso sonho da Liga dos Campeões está acontecendo agora. Estou ansioso para o jogo contra a Juventus”, disse o jogador em entrevista ao jornal Daily Record, lembrando os confrontos dos dias 12 de fevereiro e 6 de março.

Conforme publicou o diário The Sun, membros da alta cúpula do Manchester United acompanharam todos os jogos do meio-campista na competição europeia, incluindo a vitória por 2 a 1 diante do Barcelona, onde o volante marcou um gol. Satisfeitos com o que presenciaram, os dirigentes, a pedido do treinador Alex Ferguson, poderiam oferecer até 15 milhões de libras (R$47,1 milhões) para tirá-lo do Celtic. O Arsenal, através de Arsene Wenger, seria outro interessado.

“Muitas coisas têm sido faladas sobre minha intenção de deixar a equipe, mas eu não dei atenção para isso. Até mesmo o gerente do clube sente que eu devo permanecer no Celtic até o fim desta temporada. Então, depois que acabar, as portas podem ser abertas para uma mudança”, encerrou.

Aos 21 anos, o volante, que também pode atuar improvisado como zagueiro, tem aparecido frequentemente no setor ofensivo do time comandado pelo treinador Neil Lennon. Canhoto, o meio-campista queniano soma seis gols em 23 jogos disputados no Campeonato Escocês desta temporada, sendo o vice-artilheiro da equipe, atrás apenas do atacante Gary Hooper (13 gols).

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade