Futebol/Copa São Paulo de Futebol Júnior - ( )

Com início arrasador, Verdão bate o Velo Clube e avança na Copinha

Barueri (SP)

Depois de sofrer para se classificar às oitavas de final, o Palmeiras teve pela frente outra pedreira, o Velo Clube, que havia eliminado o Internacional na fase anterior. Empurrado pela torcida, o Alviverde começou arrasador na Arena Barueri e precisou de sete minutos para fazer o resultado, com gols de Chico e Diego Souza. No segundo tempo, o time de Rio Claro-SP se recuperou, diminuiu a vantagem palmeirense, ficou com um a mais em campo, mas não conseguiu empatar. Final de jogo: Verdão 2 a 1.

O adversário na próxima fase sai do confronto entre Cruzeiro e Atibaia. Para o próximo jogo, no entanto, o alviverde não terá três jogadores: o lateral Bruno Oliveira, que recebeu o terceiro cartão amarelo, o zagueiro Luiz Gustavo e o meia Diego Souza, que foram expulsos.

O jogo

Com um começo arrasador, o Palmeiras precisou de apenas um minuto para abrir o placar. O atacante Chico ganhou a bola na ponta direita, trouxe para a entrada da área e bateu de esquerda. O chute certeiro entrou no ângulo direito do goleiro Willian, que nada pôde fazer.

E o Alviverde queria mais. Aos sete minutos da primeira etapa, Edílson deu um belo lançamento para o meia Diego Souza, que saiu livre na entrada da área, tirou o goleiro da jogada e tocou para o fundo do gol. Era o segundo do Verdão.

Mesmo com os dois gols, o Palmeiras não desanimou e continuou pressionando o adversário. Aos 16, Chico recebeu livre na área, tentou driblar o goleiro, não conseguiu, e bateu em cima do arqueiro Wilian. No rebote, a zaga chegou antes e afastou o perigo.

A primeira e única boa chance do Velo Clube no primeiro tempo aconteceu aos 24 minutos. E foi na bola parada. Rafinha arriscou de longe, o goleiro Walter foi buscar e jogou para escanteio.

Um minuto depois, no entanto, o Palmeiras perdeu mais uma chance de ampliar o marcador. Vinícius ganhou a jogada pela direita, avançou livre pela ponta, mas errou na hora do cruzamento. A bola foi forte e nenhum palmeirense conseguiu completar para a rede.

A última chance do Alviverde no primeiro tempo foi aos 39, quando o meia Edílson deu mais um bom lançamento, desta vez para o atacante Chico. O palmeirense invadiu a área sem nenhuma marcação, mas chutou para fora.

Na volta para a segunda etapa, o Palmeiras não diminuiu o ritmo e quase ampliou no primeiro minuto. Após cobrança de escanteio, a bola passou por todo mundo e sobrou para o zagueiro Fernando, livre na pequena área, que não conseguiu completar para o gol.

Mesmo sem criar, o Velo Clube conseguiu diminuir na bola parada. Após cobrança de escanteio, Wellington se antecipou à zaga palmeirense e desviou para o gol. Era o primeiro do time de Rio Claro-SP, que se animou na partida.

O Palmeiras, por sua vez, se assustou com o gol e não conseguiu manter o mesmo ritmo. Mais nervoso, o time alviverde já não tinha a mesma facilidade para chegar ao ataque. E a situação piorou quando o zagueiro Luiz Gustavo foi expulso, aos 28 minutos, após receber o segundo cartão amarelo.

Nos minutos finais, o Velo Clube pressionou o Alviverde, mas não conseguiu chegar ao gol de empate. Com mais qualidade, o Verdão teve a chance de liquidar a partida no contra-ataque, quando o meia Diego Souza saiu na cara do goleiro, tocou por cobertura, mas perdeu o gol.

No último lance da partida, o Palmeiras perdeu mais um jogador para a próxima fase. Diego Souza fez falta boba e recebeu o segundo cartão amarelo. O jogador deixou o gramado da Arena Barueri chorando.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade