Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Indeciso, Nenê adia resposta ao Santos e analisa outras propostas

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

A definição do futuro do meia Nenê foi adiada, mais uma vez. O jogador, que manifestou no fim do ano passado o desejo de sair do Paris Saint-Germain (França), ainda não decidiu qual camisa irá vestir em 2013. O Santos tinha a expectativa de receber uma resposta definitiva do meio-campista nesta terça-feira. Porém, novas situações surgiram em meio às negociações e o anúncio de Nenê sobre o seu futuro foi postergado.

O procurador do atleta, Gilvan Costa, conversou com os dirigentes santistas e pediu algumas alterações na última proposta feita pelo clube. Na conversa por telefone, o agente pediu ao time alvinegro um aumento no salário oferecido, bem como no valor das luvas. O jogador também pretendia ganhar bônus em seu vínculo, mediante metas atingidas.

O Santos não pretende aumentar a oferta, por entender que chegou ao seu limite financeiro para fechar acordo por Nenê. O Peixe aceita desembolsar R$ 400 mil mensais e concordou com os valores de luvas pretendidos inicialmente, mas apenas tenta parcelar o pagamento. Com outras ofertas em mãos, o meia irá pensar e pode decidir o seu futuro nesta quarta.

Alvo de equipes da China e do Oriente Médio, como o Al-Arabi, do Catar, Nenê recebeu sondagens de times importantes do futebol europeu. O Milan (Itália) estaria interessado na sua contratação. Nenê espera o desenrolar de algumas possibilidades, antes de tomar uma posição final.

Caso o meia siga para outro clube do Velho Continente, os franceses deverão pedir uma compensação financeira para a sua liberação – o contrato do jogador com os parisienses é válido até a metade do ano –, o que não irá acontecer se Nenê se transferir para uma agremiação fora da Europa.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade