Futebol - ( )

Julio prevê flechas apontadas para "time da vez" e pede ambição

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Julio Cesar não força a barra ao apontar o Corinthians como “o time da vez”. De acordo com o goleiro, no entanto, é preciso estar atento ao preço que será pago pelo campeão mundial pela excelente temporada 2012.

“Todo o mundo vai querer ganhar da gente. Quem conseguir vai superar o campeão mundial, o campeão da Libertadores. Começando o ano, o Corinthians é o melhor time. Quem não quer derrubar o melhor?”, comentou o camisa 1.

Ciente da dificuldade, Julio vê o clube capaz de se manter no topo. O caminho para evitar as flechas apontadas na direção do Timão e repetir um ano especial é continuar com a ambição que levou a equipe ao título mundial.

“Pode ser igual. A gente precisa voltar com o espírito de buscar o melhor, de ser campeão. A cobrança aqui é sempre grande, o torcedor quer mais títulos. Se ganharmos dois ou três títulos, o ambiente vai seguir maravilhoso.”

Para chegar aos “dois ou três títulos”, o Alvinegro não se satisfez com o grupo que ergueu a taça no Japão e buscou reforços importantes, como Alexandre Pato. Serão ao menos cinco competições na temporada, além do sonho de mais um Mundial.

Por isso, Julio Cesar julga que todos os atletas do elenco acabarão sendo importantes em algum momento. Obviamente abaixo de Cássio, o herói no Japão, ele espera oportunidades do técnico Tite, de quem entende ter confiança.

Vontade não faltará ao goleiro, feliz pela fase de seu time do coração e pela nova vida com os filhos recém-nascidos – os gêmeos Davi e Alice. Ele espera empenho semelhante de seus companheiros.

“Tive um 2012 especial, com a chegada dos filhos e com o que o Corinthians conseguiu. Mas não pode parar. Por que o Messi quer ser melhor do mundo quatro vezes? Você precisa ter motivação, continuar ganhando”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade