Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Ponte quer embalar e complicar Guarani. São Caetano pega Oeste.

Campinas (SP)

O primeiro dérbi campineiro do ano já coloca Ponte Preta e Guarani em momentos bem diferentes. Animada com o triunfo sobre o Corinthians na rodada passada do Campeonato Paulista, a Macaca quer embalar e evitar o primeiro triunfo do Bugre, neste sábado, às 17 horas (de Brasília), no estádio Brinco de Ouro da Princesa.

Já o time da casa tentará usar justamente a força de sua torcida para enfim vencer neste Estadual, depois de acumular uma derrota (Linense) e um empate (São Bernardo). Apesar dos resultados frustrantes, o goleiro Emerson acredita que o Guarani está em evolução e tem condições de derrotar o rival.

“Sabemos que não vencemos dois jogos, mas nossa equipe está crescendo e ficando mais solta”, afirmou o jogador, que avisa. “Vamos ter bastante atenção, pois sabemos que eles têm uma boa equipe”.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Atacante William marcou o gol da vitória da Ponte Preta contra o Corinthians na rodada passada
As duas equipes apostam no mistério para o confronto, mas o Bugre não deve ter mudanças em relação à rodada passada. Já a Ponte pode apresentar duas novidades, pois o peruano Cachito Ramirez e o atacante Alemão foram regularizados e estão à disposição do técnico Guto Ferreira.

O ex-meia corintiano ainda não tem condições de atuar durante o jogo todo, enquanto o atacante disputa a posição com Chiquinho. Depois da vitória na rodada passada, o lateral Uendel explicou que o time todo já entrou no clima de clássico.

“Sabemos que é um jogo à parte, diferente. Estou aqui há mais de dois anos e sei que move a cidade. A atmosfera é diferente e essa vitória contra o Corinthians foi muito importante. Mas clássico não tem favorito, já vimos vários exemplos de times que estavam melhores e perderam”, ponderou. A Ponte possui quatro pontos no Paulista, enquanto o Guarani aparece com um.

São Caetano com novidade - Ainda neste sábado, às 19h30 (de Brasília), o São Caetano enfrenta o Oeste, no estádio Prof. Luiz Augusto de Oliveira, já que o campo de Itápolis está interditado.

Na semana em que apresentou o goleiro Fábio Costa como reforço, o Azulão pode promover a estreia do atacante Jóbson. O jogador explicou em sua chegada ao clube que espera um recomeço na carreira nesta oportunidade pela equipe do ABC.

“Quero agradecer ao São Caetano pela chance, é um clube bom para esse recomeço. É mole falar mal de mim, falar que eu sou problemático. Deixem falar mal”, ponderou o ex-botafoguense.

O pentacampeão Rivaldo, por sua vez, ainda levará mais tempo para entrar em campo, pois fez seu primeiro treino com bola em campo nesta semana. O São Caetano disputou apenas uma partida neste Estadual (vitória contra o Atlético Sorocaba), já que o compromisso da segunda rodada, contra o São Paulo, foi adiado em função da estreia do Tricolor na Libertadores. Enquanto isso, o Oeste é o lanterna, com duas derrotas.

De olho na ponta - O Linense é uma das equipes invictas deste início de Paulistão. Com quatro pontos, o time de Lins aparece na quarta posição e duela neste sábado, às 19h30 (de Brasília), com o Ituano, no estádio Gilberto Siqueira Lopes.

Em caso de vitória, o Linense pode até assumir a ponta do Paulistão, pois os três primeiros colocados só jogam no domingo. A única equipe que poderia atrapalhar é a Ponte, que também tem quatro pontos.

Já o Ituano ocupa a modesta 18ª posição no Estadual, depois de ter conseguido apenas um empate na competição, além de amargar uma derrota. Desta forma, o jogo fora de casa é a chance que o time de Itu terá para se distanciar da parte de baixo da classificação.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade