Futebol/Paulista Série A2 - ( - Atualizado )

Portuguesa se apresenta com três reforços para Série A2 do Paulista

Eduardo Mendoza, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

A apresentação da Portuguesa para a temporada de 2013, nesta quinta-feira, teve tanto ausências quanto novidades. Sediado no hospital Igesp, em São Paulo, para realização de testes físicos, o evento contou com os reforços Corrêa, Moisés Moura e Rafael, mas teve a ausência de Luis Ricardo, Ananias e Péricles Chamusca.

O lateral direito e o atacante estão muito próximos de deixar a Lusa. Enquanto Luis Ricardo deve reforçar o Internacional, Ananias está praticamente confirmado no Cruzeiro. Já Chamusca, recém-anunciado como treinador da equipe paulistana, tinha sua presença prevista na apresentação mas não pode comparecer por estar definindo o planejamento para a pré-temporada da equipe ao lado da diretoria.

Entre os reforços já apresentados, Corrêa é o de nome mais forte. O volante de 32 anos chega de passagem apagada pelo Palmeiras, pelo qual se destacou no começo da carreira. Além do Alviverde, o meio-campista especialista na bola parada já defendeu São Bento, XV de Piracicaba, o ucraniano Dínamo de Kiev, Atlético-MG e Flamengo.

O jogador valorizou a qualidade da Série A2 do Campeonato Paulista, que será disputada pela Portuguesa no primeiro semestre. “A vida é feita de desafios. Eu não comecei no Palmeiras, eu passei por muita coisa antes. Joguei em equipes e divisões menores, então pra mim a Série A2 é um campeonato muito equilibrado e disputado, melhor do que muitos estaduais”, declarou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Portuguesa apostou em Corrêa, Moisés Moura e Rafael para a disputa da Série A2 do Campeonato Paulista
Moisés Moura também chega para acrescentar experiência ao elenco. O zagueiro de 33 anos chama atenção pelo vasto currículo: além de defender Vitória, Cruzeiro e Flamengo, passou por Spartak Moskow e Krilia Sovetov, na Rússia, Boa Vista e Braga, em Portugal, Al Rayyan, no Qatar, e Shanguai Shenhua, na China.

Para o defensor, a experiência é importante quando utilizada corretamente. “É importante mesclar. A experiência é válida especialmente quando existe o diálogo, não adianta experiência se o jogador não dá respaldo aos mais novos. É isso que eu vou procurar fazer, passar a consciência de que no futebol não se pode brincar”, analisou.

Rafael é o mais novo dos três. Com 24 anos, o meia-atacante se destacou na Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado defendendo o Grêmio-SP, mas passou por diversos clubes paulistas, atuando por Rio Branco, Mirassol, Catanduvense, Barretos, Monte Azul e Americana.

O meio-campista, que já atuou na Série A3 do Campeonato Paulista e tenta provar seu valor para estender seu contrato inicial de apenas seis meses, vê a Lusa como favorita à Série A2. “Eu diria que a Portuguesa é a favorita. Esperamos mostrar isso dentro de campo para poder fazer o time voltar à primeira divisão do Campeonato Paulista", afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade