Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Reservas evitam derrota para Red Bull, e Ney Franco já cogita 3-5-2

Tossiro Neto Cotia (SP)

O São Paulo sofreu com seu novo desenho tático ofensivo na manhã desta quarta-feira, em jogo-treino contra o Red Bull, da segunda divisão estadual. A três dias da estreia no Campeonato Paulista, a equipe foi salva pelos suplentes, que buscaram empate por 2 a 2 no segundo tempo depois de os titulares saírem perdendo.

Os dois gols do adversário foram anotados na primeira etapa, período em que os comandados de Ney Franco atuavam com losango no meio-campo. No segundo tempo, o time voltou com três zagueiros (Lúcio, Rafael Toloi e Rhodolfo) e Jadson na armação, formação que o treinador havia ensaiado em nenhum momento na pré-temporada em Cotia.

A escalação inicial, contudo, foi a mesma do treino tático de terça-feira, incluindo a presença de Thiago Carleto no lugar de Cortez. Pelo segundo dia consecutivo, dores no músculo adutor da coxa direita tiraram o lateral esquerdo titular da atividade. Os 11 foram Rogério Ceni; Douglas, Lúcio, Rhodolfo e Carleto; Wellington; Denilson, Jadson e Ganso; Osvaldo e Luis Fabiano.

Encontrando mais dificuldades do que no jogo-treino de sábado, em que venceu o Grêmio Barueri por 9 a 1, o São Paulo foi surpreendido logo aos 17 minutos com essa formação. Após falta cobrada próxima à linha de fundo, pelo lado direito, Micão pegou sobra em defesa parcial de Rogério Ceni e completou para a rede.

A equipe tricolor chegava pouco ao campo ofensivo. A única chance de igualdade surgiu aos 34, em cabeceio do atacante Luis Fabiano, porém o goleiro Julio César apenas acompanhou a saída da bola pela linha de fundo. O arqueiro, a propósito, praticamente não foi exigido na primeira etapa.

Sete minutos mais tarde, Rogério Ceni saiu jogando errado e entregou a bola a Fernandes, que aproveitou a meta vazia para ampliar a vantagem do Red Bull no placar.

No intervalo, em vez de sacar a maioria dos titulares, a exemplo de sábado, o técnico Ney Franco preferiu continuar testando seu time ao fazer apenas duas alterações. Rafael Toloi e Aloísio entraram nas vagas de Ganso e Luis Fabiano, e o esquema passou a ser 3-5-2, com Toloi centralizado no trio de zaga.

Os donos da casa voltaram mais empenhados à segunda etapa. Não fossem defesas seguras de Julio César debaixo da trave, Lúcio e Jadson teriam marcado em chutes de longa distância. Passados 15 minutos de investidas, porém, novas substituições deixaram quase toda a formação reserva, à exceção de Jadson e Osvaldo.

E foi com reservas que o atual campeão da Copa Sul-americana se safou. Em chute rasteiro de fora da área aos 21 minutos, Toloi descontou. Oito minutos depois, Aloísio cobrou pênalti e empatou para o São Paulo, que vai oficialmente a campo no sábado, diante do Mirassol, no Morumbi, em partida da primeira rodada do Paulista.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade