Motor/Rali Dakar 2013 - ( - Atualizado )

Al-Ittiyah vence etapa, mas Peterhansel é líder; Sainz tem problemas

Nazca (Peru)

Com o carro número 300, o catariano Nasser Al-Ittiyah e o espanhol Lucas Cruz venceram a terceira etapa do Rali Dakar, entre Pisco e Nazca, percorrendo os 243km em 2h30min14s, nesta segunda-feira. A vitória alçou a dupla à vice-liderança, agora com Peterhansel/Cotret Sainz/Gottschalk ficaram para trás, pois perderam muito tempo. Entre as motos, o experiente Francisco López venceu pela segunda vez em 2013 e também é segundo colocado geral.

O Buggy pilotado pelo catariano Al-Ittiyah largou apenas como sétimo, mas foi rápido nas dunas e também no trecho mais plano da etapa e superou os norte-americanos Gordon e Walch, 1min18s mais lentos.

Stephane Peterhansel e Jean-Paul Cotret terminaram em terceiro lugar, com 3min44s de diferença. Os franceses reconquistaram a ponta da classificação geral, 6min33s à frente dos novos vice-líderes. A dupla argentina, de Lucio Álvarez e Bernardo Graue, tem a terceira posição.Carlos Sainz e Timo Gottschalk tiveram problemas elétricos durante a etapa perderam quase trinta minutos, despencando para a quinta colocação, já mais de 21 minutos atrás dos líderes.

Os brasileiros Guilherme Spinelli e Youssef Haddad completaram a etapa 3h13min03s e são os 20º entre os carros. A outra dupla nacional, formada por Marco Stroczynski e Kleber Cincea estão 32 posições atrás.

AFP
Al-Ittiyah/Cruz fizeram os outros carros comerem poeira entre Pisco e Nazca, nesta segunda, e venceram no Dakar

Quem também saiu atrás de Pisco, mas chegou à frente em Nazca foi o chileno Francisco López. Com o tempo de 02h37min54s, o piloto conquistou sua segunda etapa na atual edição do Dakar, em três dias de competição, o que garante a ele a vice-liderança da categoria sobre duas rodas.

López começou apenas em 30º, mas rapidamente tirou a diferença para os concorrentes e contou com a experiência para chegar em primeiro, 1min08s à frente do português Paulo Gonçalves.

O francês Cyril Despres, atual líder entre as motos, terminou 4min08s atrás do chileno e viu a diferença na classificação cair para 2min51s. Com o norueguês Pal Anders Ullevalseter, quase cinco minutos atrás, a KTM domina as três primeiras posições entre as motocicletas.

Jean Azevedo, brasileiro, foi apenas o 31º em Nazca, com o tempo de 3h01min49s, e tem a 35ª colocação geral.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade