Futebol/Bastidores - ( )

Koff e Luxemburgo pedem grandes títulos na reapresentação do Grêmio

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Voltar às grandes conquistas: eis o grande objetivo do Grêmio para 2013. Na reapresentação do elenco, ocorrida nesta quinta, tanto o presidente Fábio Koff como o técnico Vanderlei Luxemburgo salientaram aos atletas a importância de um título de expressão nacional ou internacional para o Tricolor, que não conquista nenhuma taça de expressão desde a Copa do Brasil de 2001.

A Libertadores, claro, é a menina dos olhos: “No futebol só há espaço para os vencedores, e vocês são vencedores. Só vai ficar aqui quem se empenhar por inteiro. O Grêmio pode me dar aquilo que não tenho, que é a Libertadores. É algo que está na cultura do Grêmio. É um clube copeiro, e que precisa de títulos”, ressaltou Luxa, que apesar da boa campanha em 2012 não conquistou taças pelo clube gaúcho.

Fábio Koff conhece bem os atalhos da maior competição do continente. Foi com ele na presidência que o Grêmio obteve seus títulos sul-americanos, em 1983 e 1995. “Espero que façamos um Grêmio forte e vencedor. Botem na cabeça que vamos ganhar, vocês são vitoriosos. A direção vai dar a vocês condições para poderem ganhar. Tenham comprometimento e mentalizem as conquistas”, pediu o mandatário gremista.

O Grêmio trabalhará em Porto Alegre durante a primeira fase da pré-temporada, que vai até o dia 16. Nesta data, a delegação viaja até Quito, onde ficará por uma semana se adaptando à altitude, já que a partida contra a LDU, dia 23, será a 2,8 mil metros de altitude. Passando pelos equatorianos, o Tricolor enfrentará Fluminense, Huachipato e Caracas na fase de grupos da Libertadores. O Gauchão deve ser encarado com time reserva, ao menos nas primeiras rodadas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade