Futebol/Campeonato Gaúcho - ( )

Reservas do Grêmio dão vexame e sofrem goleada do São Luiz

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O time B do Grêmio perdeu a segunda partida seguida pelo Campeonato Gaúcho. Nesta quinta, a equipe formada por reservas e juniores do Tricolor foi a Ijuí e levou do 4 a 0 do São Luiz, gols de Marcel, Eraldo e Juba, que anotou duas vezes. Além de quebrar um tabu de 18 anos sem vencer o Grêmio, a equipe do noroeste do Rio Grande do Sul ganhou seu primeiro jogo no estadual em 2013.

O 4 a 0 acabou saindo barato para o Grêmio, que poderia ter sofrido uma goleada ainda maior. A equipe de Ijuí abriu vantagem na etapa inicial e contou com a apatia gremista na volta do intervalo para marcar mais três e confirmar a vitória com tranquilidade. Foram quatro gols de cabeça e muitas outras oportunidades desperdiçadas, sempre levando vantagem pelo alto.

Com a derrota, o Grêmio soma apenas três pontos em três jogos disputados, ocupando o quinto lugar no Grupo A. Nessa condição, o Tricolor estaria fora dos mata-matas da Taça Piratini. No domingo, o mesmo time, acrescido de nomes como Willian José, Jean Deretti e Leandro, enfrentará o Internacional, em Erechim.

Já o São Luiz foi a quatro pontos, é quinto colocado no Grupo B. No fim de semana, a equipe recebe o Novo Hamburgo.

O jogo – O forte calor abateu os jogadores no primeiro tempo. O São Luiz foi melhor na etapa inicial. A primeira boa chegada do jogo foi do time da casa: aos 16 minutos, Juba subiu livre na pequena área, mas cabeceou para fora, perdendo grande chance. O Grêmio respondeu aos 24, em falta cobrada com força por Léo Gago, para boa espalmada de Oliveira.

A partir dos 30 minutos, o São Luiz ensaiou uma pressão. Primeiro, Juba deu um lindo chapéu de calcanhar na zaga gremista e tocou para Eraldo, que chutou na marcação. A seguir, Juba e Adãozinho, em dois lances quase que consecutivos, arriscaram de longe e mandaram para fora. O Grêmio só ameaçou de novo aos 36: Rondinelly levantou falta na área e Tinga furou na hora de concluir, dentro da pequena área.

Aos 42, a melhor chance gremista no primeiro tempo. Yuri Mamute recebeu de Tinga e chutou cruzado, para fora. O castigo viria na jogada seguinte: Adãozinho cobrou falta sofrida por ele próprio e levantou na cabeça de Marcel, que desviou de Matheus e fez 1 a 0. O Grêmio ainda tentou o empate aos 46, em arrancada de Mamute, mas Oliveira saiu bem do gol e tirou com o pé.

O Grêmio não forçou o ritmo no segundo tempo em busca do empate, como se previa. Ao contrário, foi o São Luiz que ampliou aos 17, depois de um começo morno de etapa final: aproveitando falha da zaga, Juba recebeu de Marcos Paraná e fez o segundo. Dois minutos depois, Juba fez outro, recebendo cruzamento perfeito de Marcos Paraná após cobrança de falta.

Aos 26, o que parecia se encaminhar para uma goleada virou vexame: em cobrança de escanteio, a zaga gremista falhou de novo e deixou Eraldo subir livre, para marcar o quatro gol de cabeça do São Luiz na partida. Perdido em campo, o Grêmio quase levou o quinto aos 31, mas Matheus defendeu a cabeçada de Tiago Duarte. Aos 39, Juba subiu completamente sozinho e, novamente de cabeça, concluiu para fora.

No fim, Paulinho acertou Juba sem bola e foi expulso. Aos 43, Matheus fez milagre e evitou o quinto quando Eraldo entrou cara a cara. Aos 45, foi Fernando Lima quem perdeu na pequena área, dando carrinho para fora.

A quinta-feira de Gauchão teve mais dois jogos. Em Porto Alegre, o São José fez 2 a 0 no Cruzeiro e manteve os 100% de aproveitamento na competição, com nove pontos em três jogos. Em Canoas, o time da casa levou 1 a 0 do Passo Fundo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade