MMA/UFC São Paulo - ( )

Belfort chama Sonnen de "palhaço" e clama por revanche com Jones

Helder Júnior São Paulo (SP)

Vitor Belfort está obcecado por uma revanche contra Jon Jones, dono do cinturão dos meio-pesados do UFC. Assim que nocauteou o inglês Michael Bisping no ginásio do Ibirapuera (na categoria dos médios), na madrugada deste domingo, o lutador carioca passou a fazer campanha para enfrentar novamente o campeão - sem deixar de hostilizar bastante o próximo desafiante pelo título.

Saiba como foi a vitória de Belfort

"Não faz sentido nenhum um palhaço como o Chael Sonnen, que não tem história nenhuma no MMA, ter a chance de lutar contra o Jones. Eu, ao contrário, já construí a minha carreira. Quero lutas que me tragam grandes desafios. Jones é um desejo que tenho", avisou Belfort. Ao seu lado, Marshall Zelaznik, diretor de desenvolvimento internacional do UFC, era bem mais comedido com a possibilidade de revanche.

Conhecido e odiado pelo público brasileiro pela irreverência para promover suas lutas - fez diversas provocações ao Brasil para ter a chance de enfrentar Anderson Silva duas vezes -, Chael Sonnen subiu para a categoria dos meio-pesados e ganhou a um convite para participar do reality showTuf com Jon Jones. Eles irão se enfrentar na final do programa.

William Lucas/Inovafoto
Vitor Belfort só falou em Jon Jones depois de nocautear Michael Bisping na principal luta do UFC São Paulo
Já Belfort foi finalizado por Jones no UFC 152, em 22 de setembro do ano passado, e também tem uma derrota para Anderson Silva no currículo - sofreu um impressionante chute frontal do campeão dos médios no UFC 126, em 5 de fevereiro de 2011. Dana White, presidente da organização, declarou recentemente que o carioca já teve oportunidades suficientes de lutar por títulos.

O descrédito do UFC em Belfort foi tamanho que apenas Michael Bisping teria o direito de enfrentar Anderson Silva caso saísse de São Paulo vitorioso neste fim de semana. "Não preciso de nada para me motivar. Eu já tinha dito ao Dana que ele teria que procurar outro desafiante", minimizou o brasileiro, depois de nocautear o rival inglês.

Ao seu favor para concretizar o sonho de enfrentar Jones, Belfort conta com o próprio desempenho diante do campeão. Com uma chave de braço, ele foi o lutador que mais próximo chegou de tirar o título do norte-americano. "É uma alegria ainda mostrar esse calibre com tudo o que já fiz no MMA. Não tenho medo de desafios. Aquela luta estava quase ganha por mim, e eu ainda vinha de recuperação de uma mão quebrada, aparecendo para lutar em cima da hora. Quero a revanche. Os fãs merecem isso", discursou.

Quem ouviu de perto uma parte do apelo de Vitor Belfort foi o seu desafeto Anderson Silva, que esteve no ginásio do Ibirapuera para assistir ao UFC São Paulo. O algoz de Bisping, contudo, não cobiça mais o cinturão do seu compatriota. "Não estou pensando no Anderson. Parece que a imprensa fica instigando isso. É uma luta que obviamente acontecerá mais para a frente, mas agora quero o Jones. É uma revanche que faz sentido. Somos os campeões mais jovens do UFC", argumentou.

O que não faz sentido para Belfort é Chael Sonnen ser protagonista no UFC. "Vamos mudar de nome, pelo amor de Deus. Por que dar moral para esse cara? Não quero lutar com ele de maneira nenhuma. Prefiro lutar com gente de história, com verdadeiros campeões. Ninguém pode conquistar luta na garganta, como o Sonnen faz. Ele transforma o MMA em teatro. Não gosto de quem fica se vendendo. Arte marcial é uma coisa santa, sagrada, que precisa ser respeitada", bradou.

Vitor Belfort e Chael Sonnen não são os únicos dispostos a encarar Jon Jones. O brasileiro Lyoto Machida e o veterano norte-americano Dan Henderson também estão à espera da oportunidade. "Como assim estou pulando a fila? Quem pula fila é o Sonnen. Quero refazer uma luta que quase ganhei. É um desejo. Estou expressando uma coisa que está no meu coração. Um homem sem sonhos não tem motivos para estar vivo", filosofou o carioca, que sairá de férias antes de treinar para o seu próximo combate - seja contra quem for.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade