Vela/Campeonato Brasileiro de Laser - ( - Atualizado )

Scheidt conquista 12º título do Campeonato Brasileiro de Laser

Porto Alegre (RS)

Não teve para ninguém no Campeonato Brasileiro de Laser. Nesta quarta-feira, Robert Scheidt retornou ao lugar mais alto do pódio na categoria na qual se consagrou. O velejador, que ganhou dois ouros olímpicos e oito mundiais na Laser, conquistou o torneio nacional, já que as duas regatas do dia foram canceladas por conta da falta de vento, e Scheidt havia assumido a liderança na última terça-feira.

O Campeonato Brasileiro foi disputado no rio Guaíba, próximo ao clube Veleiros do Sul, em Porto Alegre (RS). Foi o 12º título nacional de Robert Scheidt. A medalha de prata ficou com Bruno Fontes e o terceiro colocado foi Matheus Dellagnelo.

Logo no início do Campeonato Brasileiro de Laser, no último sábado, Robert Scheidt e Bruno Fontes brigaram de forma acirrada pela liderança e os dois se revezaram no primeiro posto da classificação. Porém, na última terça, Scheidt venceu as duas regatas do dia, mesmo com o vento fraco, e ficou em vantagem.

O campeão disse que a briga com Bruno Fontes, representante da Laser nas Olimpíadas de Londres, exigiu muito esforço e funcionou como uma motivação adicional para vencer. “Cometi alguns erros e as regatas foram decididas nos detalhes. A superação das dificuldades valorizou ainda mais este título. Estou feliz por começar o ano com esta vitória e saber que ainda velejo dentro do mesmo nível alto de quando deixei a classe”, disse Scheidt.

Nos últimos oito anos, Robert Scheidt competiu na classe Star, ao lado de seu companheiro Bruno Prada, e nela ganhou um inédito tricampeonato mundial e duas medalhas olímpicas, uma prata em Pequim-08 e um bronze em Londres-12. Em setembro de 2012, Scheidt retornou à Laser e desde o reinício foi bem, sagrando-se campeão do Campeonato Italiano de Classes Olímpicas, em setembro, e dominando a primeira etapa do Paulista, em dezembro, antes de desistir do torneio para treinar no Rio de Janeiro.

Logo na volta à antiga classe, Roberto Scheidt observou que a Laser segue sendo uma categoria forte no Brasil. “Neste Brasileiro não havia muitos estrangeiros, com exceção dos argentinos. Mas o nível da classe se mantém alto”, frisou o velejador, que dominou a classe Laser, sendo dono de um ouro em Atlanta-96 e em Atenas-04, além de uma prata conquistada em Sydney-00. Além disso, foram oito títulos mundiais, doze brasileiros, já contando o conquistado nesta quarta, e onze paulistas.

Depois de ganhar o título em Porto Alegre, Robert Scheidt vai retornar à Itália, país onde mora, e retorna ao Brasil em fevereiro, para a disputa da Semana Brasileira de Vela, no Rio de Janeiro, que será realizada entre os dias 18 e 24 de fevereiro. A competição funciona como uma seletiva para formar a equipe olímpica para os Jogos do Rio de Janeiro, em 2016.

Divulgação
Depois de seu retorno à classe Laser, Robert Scheidt conquistou seu 12º título brasileiro na categoria
Resultado final após oito regatas e dois descartes:

1 - Robert Scheidt - 7 pontos perdidos (1+[2]+1+[2]+ 1+2+1+1)
2- Bruno Fontes - 9 pp ([2]+1+2+1+ 2+1+2+[3])
3- Matheus Dellagnelo - 17 pp ([4]+3+3+3+3+[4]+3+2)
4- Andre Streppel - 31 pp (3+9+5+[10]+[10]+5+4+5)
5- Juan Pablo Bisio (ARG) - 35 pp ([10]+4+7+4+7+3+[10]+10)

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade