Motor/Rally Dakar 2013 - ( - Atualizado )

Campeão do Dakar nos carros, Peterhansel elogia equipe e carro

Santiago (Chile)

Stéphane Peterhansel entrou de forma definitiva para a história do Rally Dakar no último sábado. O francês conquistou seu 11º título na competição, seis nas motos, ganhos na década de 1990, e o quinto entre carros, e bateu o recorde de Ari Vatanen, que tinha quatro na categoria principal do maior rali do planeta, se tornando de forma isolada o maior vencedor.

Muito feliz com o novo caneco e com o feito, Peterhansel, que participou da 35ª edição do Dakar ao lado do navegador Jean-Paul Cottret, elogiou sua equipe, a alemã X-Raid, e o Mini com o qual competiu.

“É incrível conseguir defender o título. Tivemos que disputar com vários adversários extremamente competitivos, mas, no final, fomos nós que garantimos a vitória. Como no ano passado, o Mini (o carro) funcionou perfeitamente e eu tenho que agradecer toda equipe que fez um trabalho fantástico, e não apenas durante as últimas duas semanas”, destacou o piloto de 47 anos de idade.

Stéphane Peterhansel também afirmou que o Mini All4Racing, que não sofreu com problemas mecânicos no rali mais temido do mundo, foi o carro que mais gostou de pilotar. “Esta é a primeira vez que terminei sem problemas. É o melhor carro que já tive”, frisou.

Enão foi só Pertehansel que ficou empolgado com o título. Sven Quandt, diretor da equipe X-Raid, elogiou o desempenho do piloto francês e de Cottret. “Simplesmente não posso acreditar que conseguimos vencer o Dakar. Antes do início, você não deve subestimar seus adversários”, falou. “E nos estágios iniciais do evento, nossos rivais demonstraram que estavam dispostos a dificultar nosso trabalho. No final, no entanto, nosso Mini foi confiável e nossa equipe nos permitiu chegar ao degrau mais alto do pódio”, completou.

Além de Peterhansel, que foi campeão nos carros, o francês Cyril Després ganhou o caneco nas motos, o russo Eduard Nikolaev foi campeão nos caminhões e o argentino Marcos Patronelli ficou com o troféu nos quadriciclos.

AFP
Campeão do Rally Dakar 2013, o francês Stéphane Peterhansel agora é o maior vencedor da história entre os carros, com cinco troféus, ultrapassando o finlandês Ari Vatanen, dono de quatro canecos

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade