Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Consultor da Red Bull provoca Ferrari e vê estresse Alonso em 2012

Milton Keynes (Inglaterra)

Consultor da Red Bull provoca Ferrari e vê estresse Alonso em 2012 O polêmico questionamento à Federação Internacional de Automobilismo (FIA) feito pela Ferrari ao final da decisão do título no Grande Prêmio do Brasil ainda não foi esquecido pelo consultor Helmut Marko, da Red Bull. Ele se lembrou do caso ao afirmar que Enzo Ferrari não tomaria tal atitude.

A Ferrari foi motivada por alguns rumores a pedir uma declaração à FIA sobre uma ultrapassagem de Sebastian Vettel, que supostamente seria ilegal, sob bandeira amarela. A organização da Fórmula 1 confirmou a legitimidade do título do alemão e a atitude foi reprovada pela rival Red Bull.

Questionado pela revista Red Bulletin, pertencente à escuderia, sobre o que sentiria Enzo Ferrari ao ser batido por uma “fábrica de bebidas”, Helmut Marko provocou a escuderia vermelha ao censurar novamente a atitude.

AFP
Dirigente da Red Bull não esquece tentativa frustrada de Ferrari tirar o terceiro título de Sebastian Vettel

“De forma nenhuma Enzo teria gostado dessa derrota, mas ele reconheceria a performance do rival e aí iria pressionar sua equipe para que eles fizessem tudo para nos vencer. Mas não com as ações que vimos recentemente”, afirmou.

Marko também não poupou críticas ao espanhol Fernando Alonso e afirmou que o piloto se envolve demais nas questões políticas, perdendo o foco da competição. “Acredito que vimos o estresse dele na parte final da temporada. Dizendo coisas como, ‘estou competindo contra Hamilton, não Vettel’ e ‘estou competindo com Newey’, essa guerra psicológica. Nós dizíamos, ‘apenas o ignorem’”, finalizou o consultor.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade