Motor/Rally Dakar 2013 - ( - Atualizado )

Em dia trágico, Caselli vence nas motos, mas Pain segue na liderança

Salta (Argentina)

A sexta-feira não ficou marcada por alegria no Rally Dakar. Antes mesmo da disputa da especial, o piloto francês Thomas Bourgin, de 25 anos de idade, se envolveu em um acidente, no qual sua moto colidiu com um veículo policial, e não resistiu aos ferimentos, vindo a falecer ainda na parte da manhã. Assim, ficou em segundo plano a vitória do norte-americano Kurt Caselli na sétima etapa do maior rali do planeta. O representante da equipe KTM completou o trecho cronometrado de 220 km, disputado entre as cidades de Calama, no Chile, e Salta, na Argentina, em 1h51min31s.

Logo depois do norte-americano veio o chileno Francisco ‘Chaleco’ López, vice-líder da geral, que fechou o percurso com 1min23s de desvantagem para Caselli, exatamente a mesma marca do francês Olivier Pain, que fechou a etapa em terceiro, mas segue líder da classificação geral das motos, com 6min06s de folga em relação a Chaleco.

Completando o grupo dos cinco primeiros desta sexta-feira entre as máquinas de duas rodas vieram o holandês Frans Verhoeven, que finalizou a especial 1min30s depois do líder, e o português Ruben Faria, que fechou o trecho 2min30s depois do norte-americano.

O francês David Casteu, que ainda segue entre os três primeiros na classificação geral, ficou somente com a oitava colocação nesta sexta, a 3min12s do primeiro posicionado. Já o francês tetracampeão do Dakar Cyril Després, principal cotado ao título, teve dia muito ruim, chegando em 34ª, 13min08s depois de Caselli, e fica cada vez mais longe da conquista, já que se encontra na quinta posição no geral, com mais de 14min de desvantagem para Pain.

O brasileiro Jean de Azevedo foi o 23º nesta sexta, a 9min46s do líder, e ocupa agora a 27ª colocação na classificação geral das motos.

“Fiz num bom ritmo, mas ainda enfrentei muita poeira, dificultando a visão da pista. Nesta sexta também passamos por trechos de alta altitude, mas consegui terminar sem problemas”, destacou Jean de Azevedo.

Palma vence nos quadriciclos – Pelo segundo dia seguido, a vitória nos quadriciclos não ficou com Marcos Patronelli. Nesta sétima etapa, uma das mais equilibradas na categoria, o mais rápido foi o chileno Sebastián Palma, que fechou o percurso com tempo de 2h25min06s e está em quinto no total. Mas, se Patronelli não venceu, ele conseguiu fechar na segunda colocação, a somente 34s do ponteiro, e se manteve folgado na liderança geral do Dakar, com 1h14min30s de folga para o chileno Ignacio Casale, vice-líder entre os quadris e quarto colocado nesta sexta, a 3min08s de Palma.

O sul-africano Sarel van Biljon fechou em terceiro, 38s depois do líder, e ocupa a quarta colocação na classificação geral. O polonês Rafal Sonik, terceiro colocado entre os quadriciclos no Dakar, fechou a sétima especial na quinta posição, com 3min20s de desvantagem para Sebastián Palma.

Neste sábado, será realizada a oitava etapa do Rally Dakar 2013 que, para as motos e quadriciclos, terá 491 km cronometrados entre as cidades de Salta e San Miguel de Tucumán e mais 247 m de trecho de deslocamento.

Confira a classificação geral do Rally Dakar:

Motos

1º. Olivier Pain (FRA/Yamaha France), em 17h28min17s
2º. Francisco López (CHI/Speedbrain Husqvarna), a 06min06s
3º. David Casteu (FRA/Casteu Yamaha), a 06min37s
4º. Ruben Faria (POR/Red Bull KTM), a 09min42s
5º. Cyril Després (FRA/Red Bull KTM), a 14min07s
27º. Jean Azevedo(BRA/Brasil KTM), a 1h48min23s

Quadriciclos

1º. Marcos Patronelli (ARG/Argentina Yamaha), em 20h08min33s
2º. Ignacio Nicolás Casale (CHI/Autogasco Yamaha), a 1h14min30s
3º. Rafael Sonik (POL/Poland Yamaha), a 1h50min46s
4º. Sarel van Biljon (AFS/Memo Tour E-ATV), a 2hh02min18s
5º. Sebastián Palma (CHI/Nextel Can-Am), a 2h32min26s

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade