Motor/Fórmula 1 - ( )

Projetista da Red Bull reclama de restrições no regulamento da F-1

Milton Keynes (Inglaterra)

A temporada 2012 da Fórmula 1 terminou sem novidades em relação ao dono do título. O alemão Sebastian Vettel venceu pela terceira vez, mas a conquista não teve a supremacia da Red Bull como nos anos anteriores. Um dos motivos foi a dificuldade da equipe de adequar o carro as novas regras de forma competitiva. O desempenho superior só foi visto na parte final da disputa.

O projetista da escuderia taurina, Adrian Newey, responsável pela formulação do carro, é contra as restrições imposta pela Federação Internacional do Automobilismo (FIA), pois acredita que a disputa na categoria também é de carros, não apenas de pilotos.

AFP
Terceiro título de Sebastian Vettel exigiu mais da Red Bull em virtude das restrições da FIA

Newey lembrou o exemplo na temporada 2012, quando o difusor soprado foi proibido. “Nos colocou mais para trás do que pensávamos. Quando olhamos para as novas regras, pensamos que os efeitos seriam menos graves, especialmente porque pensávamos que poderíamos compensar bem”, afirmou em entrevista à revista alemã Auto Motor und Sport.

O projetista é a favor do uso de novas tecnologias, pois acredita que a concepção dos novos carros também faz parte das disputas. “Devemos ter cuidado para que as novas regras não parem com o espírito inventivo. A beleza da Fórmula 1 é homem contra homem, mas também é carro contra carro”, ressaltou Newey.

“Mais restrições nas regras e, rapidamente, vamos criar uma GP1. Queremos isso? Estou surpreso com muitos de meus colegas pensando em mais restrições nas reuniões de trabalho técnico. É como deixar um peru votar se vai ou não participar do Natal”, questionou, por fim.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade