Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Ainda com dores, Valdivia só deve estrear em 2013 na quarta-feira

William Correia São Paulo (SP)

Valdivia se apresentou ao Palmeiras após suas férias com quatro dias de atraso. E só deve estrear na temporada três dias depois do primeiro jogo do time em 2013. Ainda com limitações por conta de lesão no tornozelo esquerdo, o meia só deve ter condições de entrar em campo na quarta-feira, contra o Oeste, ficando fora da partida deste domingo diante do Bragantino, no Pacaembu.

O chileno não treina com bola desde segunda-feira, quando levou o carrinho de Henrique que causou sua contusão. Apesar de os exames não terem apontado fratura ou entorse, o local ainda está dolorido. “Vamos aguardar para fazer a estreia dele na quarta-feira”, disse Gilson Kleina.

Durante os exercícios físicos que realizou na tarde desta sexta-feira, ficou clara a dificuldade do camisa 10. Após trabalhar na sala de musculação, Valdivia foi ao campo fazer atividades físicas isolado, sob o comando do preparador físico Marco Aurélio Schiavo. Em uma delas, com os pés presos por um elástico, chegou a cair no gramado por não conseguir se apoiar no tornozelo esquerdo devido à dor.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Meia ainda sente dores no tornozelo esquerdo quando muda direção na corrida e, por isso, não joga no domingo
“O Valdivia já faz todos os movimentos, mas fica limitado quando precisa fazer uma mudança de direção. Foi constatada a dor neste movimento. Agora, vai depender muito mais dele se consegue suportar a dor”, falou Kleina, que já definiu Patrick Vieira como titular na vaga do Mago neste domingo.

O camisa 10 só tocou na bola durante o treino desta sexta-feira para brincar, quando chegou a dar um voleio com a perna direita para repor a bola nas atividades do resto do grupo, além de fazer algumas embaixadinhas. Mais tarde, se alongou com a ajuda de membros da comissão técnica, cumprimentou Kleina e ficou um bom tempo no campo conversando com o gerente de futebol César Sampaio, prosseguindo o papo nos vestiários da Academia de Futebol.

Valdivia não entra em campo desde 6 de outubro, quando lesionou o joelho esquerdo. Terminou o Brasileiro em que o time foi rebaixado sem fazer gol nem dar assistência. Alegou ter faltado aos quatro primeiros dias da pré-temporada para encerrar um trabalho de treinos durante suas férias em uma clínica de Santiago, visando fortalecer a musculatura e evitar novas lesões, mas foi multado e repreendido publicamente por Gilson Kleina.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade