Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Contra Oeste, Verdão inaugura gestão Nobre com Valdivia relacionado

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

O confronto entre Palmeiras e Oeste, programado para as 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, em São José do Rio Preto, marca o começo da gestão presidencial de Paulo Nobre. O meia Valdivia, relacionado pelo técnico Gilson Kleina, pode retornar após um longo período de inatividade.

Eleito para suceder o contestado Arnaldo Tirone ao vencer Décio Perin na noite de segunda-feira, Nobre verá seu primeiro jogo na condição de presidente do Palmeiras. O dirigente visitou os jogadores na Academia antes da partida da delegação para Rio Preto – o estádio de Itápolis está em reforma - e deu a sua bênção.

Palmeiras e Oeste ainda buscam a primeira vitória no Campeonato Paulista, já que na estreia o Verdão ficou no empate sem gols diante do Bragantino, no Pacaembu, e a equipe de Itápolis perdeu por 2 a 0 do Botafogo de Ribeirão Preto, como visitante.

Vaiado na primeira rodada do torneio estadual, Luan pediu publicamente para deixar o Palmeiras. Ele foi relacionado pelo técnico Gilson Kleina para o duelo com o Oeste, mas deve começar a partida no banco de reservas como substituto de Maikon Leite, escalado no último treino ao lado de Barcos no ataque.

Afastado desde o dia 6 de outubro de 2012, quando sofreu uma lesão no joelho diante do São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro, Valdivia foi relacionado e deve começar na reserva, com boas chances de entrar durante a partida, possivelmente na vaga de Patrick Vieira.

Nas demais posições, a tendência é que Gilson Kleina mantenha a formação utilizada no empate sem gols contra o Bragantino. Uma das poucas novidades do Palmeiras para 2013, o lateral-direito Ayrton foi substituído na estreia com dores no joelho, o que não o impediu de treinar normalmente na terça-feira.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Na partida contra o Oeste, o centroavante Barcos deve voltar a receber passes do meia chileno Valdivia no Palmeiras
Na véspera do segundo jogo do Paulista, o goleiro Fernando Prass procurou minimizar a estreia decepcionante. “A cobrança da torcida ainda é uma carga do ano passado. Como todos esperavam a vitória, passa um filme na cabeça do torcedor e ele pensa que vai ser igual a 2012, mas ainda é muito cedo para criar qualquer conceito sólido sobre o time”.

De acordo com o goleiro, o técnico Gilson Kleina cobrou uma melhora técnica da equipe para o duelo em Rio Preto. “Faltou o jogo fluir contra o Bragantino com mais variações e para isso precisamos de tempo. O conjunto ainda vai evoluir técnica e taticamente”, declarou Prass.

Com a base campeã da Série C do Campeonato Brasileiro de 2012, o Oeste tenta se recuperar da frustrante estreia no Campeonato Paulista. Apesar do resultado negativo em Ribeirão Preto, a tendência é que o técnico Luis Carlos Martins não promova muitas mudanças na equipe.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) impediu que o estádio dos Amaros, em Itápolis, receba jogos contra clubes grandes do Estado e, por isso, o local passa por reformas. Antes propensa a mandar o duelo diante do Palmeiras em Araraquara, a diretoria do Oeste acabou aceitando a proposta do América para atuar em São José do Rio Preto.

FICHA TÉCNICA
OESTE X PALMEIRAS

Local: estádio Teixeirão, em São José do Rio Preto (SP)
Data: 23 de janeiro de 2013, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP)
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo e Leandro Matos Feitosa
Assistentes adicionais: Raphael Claus e Cássio Luiz Zancopé

OESTE: Fernando Leal; Dedê, Dezinho, Eduardo e Ligger; Peterson, Paulo Victor, Jefferson e Wanderson; Hudson e Jheimy
Técnico: Luís Carlos Martins

PALMEIRAS: Fernando Prass; Ayrton, Henrique, Mauricio Ramos e Juninho; Márcio Araújo, Souza, Wesley e Patrick Vieira (Valdivia); Maikon Leite e Barcos
Técnico: Gilson Kleina

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade