Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Evair espera ligação de Nobre para pagar promessa e dar camisa de 93

William Correia São Paulo (SP)

Nos dias anteriores à eleição, Paulo Nobre olhava a camisa que usou no Campeonato Paulista de 1993 que mantém enquadrada em seu escritório e lembrava da promessa que ouviu de Evair. O ex-atacante tinha assegurado que lhe daria o uniforme que utilizou na final daquele torneio caso o empresário se tornasse presidente do Palmeiras. E agora espera pela ligação do novo mandatário.

“Costumo cumprir minhas promessas. Vamos ver se consigo achar a camisa”, falou Evair, gargalhando ao se recordar do assunto em conversa com a Gazeta Esportiva.net. “Vou pensar. É uma relíquia, aquela camisa lá é só para presidenciáveis.”

Em entrevista à GE.net, ainda como candidato na semana passada, Paulo Nobre contou que costuma ver Evair com frequência em jogos que promove no seu sítio. E se dizia ansioso pelo presente. “Mas ele deve estar muito ocupado. Não deu tempo de me ligar ainda”, falou o ex-atacante.

Em 12 de junho de 1993, com dois gols de Evair, o Verdão venceu o Corinthians por 4 a 0 na final do Paulista e pôs fim a um jejum de 17 anos sem título. Nobre viu o jogo das arquibancadas do Morumbi e mantém em seu sítio um pôster de quase 5m da foto de uma das comemorações do atacante naquele clássico. É ao lado dele que quer colocar a camisa 9. “A camisa continuará sendo do Evair, ele só vai me emprestar”, sorri o presidente quando conta a história.

Acervo/Gazeta Press
Ex-atacante prometeu a Nobre que lhe daria a camisa que usou no título paulista de 1993 se ele fosse eleito presidente
Evair e Nobre são amigos. Tanto que, logo após a confirmação da vitória do novo presidente, o ex-atacante usou sua conta no Facebookpara felicitá-lo. “Desejo muita sorte ao Paulo Nobre na presidência do Palmeiras. Estarei torcendo muito para que dê certo. Que ele faça tudo ser diferente. O sonho do Paulo Nobre se realizou. Que os sonhos dos palmeirenses também se concretizem de agora em diante”, escreveu.

O ex-artilheiro do Palmeiras acredita no recém-empossado dirigente. “Ele tem boas ideias, é um cara novo, tem abertura de todos os lados políticos e é compromissado somente com o Palmeiras. O Palmeiras necessita de um cara dessa maneira, que possa trazer ideias novas. Espero que faça uma grande gestão.”

Evair até se coloca à disposição para ajudar. “Mas isso depende dele, não de mim”, afirmou, evitando se tornar uma sombra para Gilson Kleina. “Já há algum tempo sou treinador, e o Palmeiras está em uma situação bastante tranquila neste quesito. Não tenho a necessidade de ficar mexendo nisso”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade