Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Frizzo diz a chilenos que Palmeiras vende Valdivia por R$ 16 milhões

São Paulo (SP)

Valdivia não escondeu a irritação de ser indagado sobre o seu futuro durante boa parte da entrevista coletiva dada na última segunda-feira. O jogador se reapresentou ao Palmeiras com quatro dias de atraso e chegou a chamar até o seu empresário de “idiota” ao falar sobre uma proposta do Al Ain, dos Emirados Árabes. Mesmo com a sua delicada situação, o vice-presidente Roberto Frizzo reapareceu na mídia chilena e declarou que o camisa 10 já tem um valor estipulado: R$ 16 milhões.

Frizzo desligou os seus celulares desde que tirou férias do Palmeiras. O dirigente não se encontra em São Paulo e até se absteve das polêmicas criadas já neste início de temporada. Com paradeiro desconhecido, o vice-presidente teve uma declaração sua publicada no jornal El Mercurio, do Chile, nesta terça-feira, e garantiu que o Verdão só irá conversar com os clubes dispostos a desembolsar a quantia pedida.

“Valdivia não vai embora do Palmeiras por menos de 6 milhões de euros (quase R$ 16 milhões)”, afirmou Frizzo, que ainda negou a existência de qualquer oferta oficial para tirar o jogador do clube. “Não tivemos nenhuma oferta oficial pelo jogador. Mas estamos abertos para escutar. Neste momento, Valdivia é jogador do Palmeiras e tem contrato conosco até 2015”, completou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Valdivia tem uma proposta de quase R$ 16 milhões do Al Ain e poderá deixar o Palmeiras antes do Paulistão
De acordo com o empresário do chileno, Rodolfo Forte, o Al Ain apresentou ao Palmeiras uma oferta com os R$ 16 milhões pedidos pela diretoria. A informação vazada pelo agente ao Lance! deixou o jogador transtornado em sua reapresentação. “Ele me ligou na sexta-feira falando que tinha essa proposta do Al Ain, mas que eu não tinha que falar para ninguém. Aí vai e fala ele mesmo. Fala para não fazer isso e fala. É um idiota”, disse o meia, na última segunda-feira.

Procurado pela reportagem da GE.net para esclarecer as declarações dadas aos chilenos, o vice-presidente Roberto Frizzo não foi encontrado. Já Valdivia será multado pela diretoria por ter faltado aos treinamentos agendados pelo Verdão. O meia alegou que estava treinando no Chile e até levou documentos que comprovavam a sua versão da história. Os testes físicos, porém, não fizeram o armador escapar de uma punição baseada em seus vencimentos no clube.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade