Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Kleina reintegra e admite escalar Fabinho Capixaba, Amaro e Patrik

William Correia São Paulo (SP)

Na lista de dispensados anunciada em dezembro, Fabinho Capixaba, Leandro Amaro e Patrik não encontraram clubes para jogar. E estão definitivamente reintegrados por Gilson Kleina, que repassou sua forma de trabalhar ao trio e já cogita até improvisar o lateral direito na esquerda caso Juninho não se recupere de amigdalite até domingo, dia do jogo contra o Penapolense, no Pacaembu.

“Chamei Fabinho, Patrik e Amaro para conversar, para que entendam a filosofia. Se corresponderem, não tem por que não fazerem parte do grupo”, comentou o técnico, reiterando exigência por dedicação deles. “O futebol hoje não permite atleta sem condição física nem comprometimento.”

A decisão de não aproveitá-los tem motivos diferentes, mas, principalmente com Leandro Amaro e Patrik, a sensação era de falta de comprometimento. Já Fabinho Capixaba passou a treinar com Kleina a pedido da diretoria, em outubro, porque estava sem clube.

Mas a reintegração deles não é só para abrigá-los enquanto nenhuma equipe os quer. Leandro Amaro é necessário porque as únicas opções na zaga eram Henrique e Mauricio Ramos até Marcos Vinicius ser promovido do time B e Luiz Gustavo ser integrado após participar da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Lateral direito pode ser improvisado na esquerda caso Juninho não se recupere de amigdalite
Já em relação a Fabinho Capixaba, Ayrton está sem reserva na lateral direita, a não ser que Wendel atue por lá e deixe vaga no meio-campo, que poderia ser preenchida por Patrik. Além disso, Fabinho Capixaba tem atuado nos coletivos na esquerda, já que Fernandinho, suplente de Juninho, só volta a jogar em março após operação no joelho esquerdo.

Pesam ainda os contratos de cada um com o clube: Capixaba tem compromisso até 29 de abril deste ano, Leandro Amaro até 31 de agosto de 2014 e Patrik até 18 de maio de 2015. “Não houve negociação e eles continuam vinculados ao clube. Como treinador, tenho que preservar o patrimônio do clube. tenho que dar confiança para eles para desempenharem seu papel e aproveitarem as oportunidades”, disse Kleina.

Por isso, os torcedores que tanto criticaram Fabinho Capixaba e o fizeram ser descartado pelo clube em 2009 podem vê-lo como titular no domingo, embora Wendel seja a primeira opção se Juninho não se recuperar. “Temos a situação do Wendel pela marcação porque já jogou na lateral esquerda, não seria uma novidade. Mas temos ainda o Luan para improvisar e também o Fabinho Capixaba, que está no grupo”, falou Kleina.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade