Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Kleina saca Denoni, escala 4-3-3 com Vinicius e treina sem Valdivia

William Correia São Paulo (SP)

O enxuto elenco do Palmeiras não dá muitas opções para Gilson Kleina. Mas, entre as poucas opções, o técnico optou por deixar o time mais ofensivo após perder do Penapolense. No último coletivo antes de enfrentar o São Bernardo nesta quinta-feira, no Pacaembu, o volante João Denoni foi sacado para o time atuar em um 4-3-3 com Vinicius no ataque ao lado de Maikon Leite e Barcos.

Alguém que poderia ser uma alternativa ofensiva, entretanto, nem apareceu no campo da Academia de Futebol. Valdivia passou a manhã fazendo atividades específicas na sala de musculação e, por isso, o meia Edilson, que disputou a Copa São Paulo de Futebol Junior, compôs o time reserva.

Apesar de não ter participado do coletivo, o chileno não deve ser desfalque. Já o volante Souza e o meia Tiago Real, que deram voltas enquanto os colegas treinavam, seguem em recuperação de contusões e estão vetados para a partida no Pacaembu.

Se o Mago não trabalhou no gramado, o treinamento serviu para confirmar a volta de Juninho, que não participou da derrota para o Penapolense por estar se recuperando de um trauma na coxa direita. Desta forma, o volante Wendel, que é destro e também atua na lateral direita, não deve ser novamente improvisado na lateral esquerda.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Após participar da campanha em que o Palmeiras foi até a semifinal da Copinha, Vinicius tem chance como titular
O que mais chamou atenção nos cerca de 30 minutos do coletivo, contudo, foi a postura ofensiva. Com mais um homem na frente, o treinador tem mais possibilidade de fazer a pressão no campo adversário que sempre gostou, e foi isso que exigiu na atividade.

Maikon Leite ficou pela direita, com Vinicius na esquerda e Barcos pelo meio. O trio, porém, ainda tinha Patrick Vieira se aproximando centralizando e Wesley caindo pelos dois lados. Sem a bola, os cinco pressionavam o time reserva para desarmá-lo e tentar finalizar contra Bruno. Assim, Vinicius e Barcos fizeram gols.

Em relação ao setor defensivo, tanto Ayrton quanto Juninho não apareceram com frequência na frente, até para proteger o goleiro Fernando Prass. Do meio-campo para trás, quem mais foi ao ataque é zagueiro: Henrique. Márcio Araújo até ficava ao lado de Mauricio Ramos para cobrir as subidas do camisa 3.

Com essa disposição, o Palmeiras deve iniciar o confronto contra o São Bernardo às 19h30 (de Brasília) desta quinta-feira, no Pacaembu, com: Fernando Prass; Ayrton, Henrique, Mauricio Ramos e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Patrick Vieira; Maikon Leite, Vinicius e Barcos

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade