Futebol/Bastidores - ( )

Nobre se nega a pôr dinheiro próprio no clube e minimiza patrimônio

William Correia São Paulo (SP)

O Palmeiras hoje deve até três meses de direitos de imagem, maior parte do salário de muitos atletas, e essa situação deixa Paulo Nobre indignado. Mas o presidente se recusa a fazer como entre 2007 e 2009, quando foi vice-presidente e tirou dinheiro do seu bolso para organizar as finanças. O empresário, na verdade, avisa que é menos rico do que pensam.

“Dizem que sou sócio majoritário do Itaú. Se eu tivesse 1% das ações do Itaú, o Real Madrid teria inveja do Palmeiras”, argumentou o mandatário, sorrindo e avisando que, se tivesse a fortuna que imagina, ajudaria o Verdão de outra maneira. “Eu nem seria presidente, patrocinaria o clube com qualquer marca que eu teria”, continuou.

Mas, independentemente do tamanho do seu patrimônio, ele não será aplicado no clube. “Não colocarei um centavo do meu patrimônio. Só colocarei a minha experiência profissional”, assegurou, lamentando por já ter doado ao clube como dirigente. “Quando fui vice-presidente, me comprometi comigo mesmo a não colocar meu patrimônio pessoal e errei. Coloquei dinheiro para atraso de salário, de bicho, luvas, e isso é um erro”, insistiu.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Como vice-presidente, Nobre tirou dinheiro do bolso para pagar salários atrasados e hoje considera isso um erro
“O clube não pode, em hipótese alguma, ser refém do dirigente. Senão vem um dirigente muito rico, resolve todos os problemas e acaba comprando o clube. É errado. A instituição tem que sobreviver por ela mesma”, indicou o presidente, ressaltando que os recursos para as reformas que promoveu há seis anos, como na Academia de Futebol, vieram de doações de “palmeirense ilustres”.

Agora, Paulo Nobre não quer ficar marcado por nada, nem positivo nem negativo. Seu discurso é de colocar o clube nos trilhos, sem vaidade. “O Palmeiras precisa ter a cara do Palmeiras, não de um presidente ou de um dirigente”, ensinou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade