Futebol/Mercado - ( )

Palmeiras ainda busca equipes para Capixaba, Leandro Amaro e Patrik

São Paulo (SP)

Depois do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras resolveu fazer uma reformulação começando por uma limpeza no elenco. Do grupo que fez parte da fracassada campanha, nove não tiveram seus contratos renovados e outros nove foram colocados à disposição de outros clubes. Destes, três seguem sem destino: o lateral direito Fabinho Capixaba, o zagueiro Leandro Amaro e o meia Patrik.

Do trio, o único que não foi usado por Luiz Felipe Scolari é Fabinho Capixaba. O jogador, contratado em 2008, chegou a ser titular com Vanderlei Luxemburgo no ano seguinte, mas foi mal, recebeu intensas críticas da torcida e, então, passou por Avaí, Coritiba, Mirassol e Criciúma. Por decisão da diretoria, participou dos treinos com Gilson Kleina no fim de 2012, mas o lateral de 29 anos não foi aprovado.

Já Leandro Amaro e Patrik tiveram seguidas chances com o atual técnico da Seleção Brasileira, tanto que chegaram a ser titulares. Mas perderam espaço com Kleina, e outros treinadores parecem pensar o mesmo, já que nenhum deles consegue arrumar outra equipe para jogar. Assim como o goleiro Carlos, que não entrou em campo pelo time como profissional.

Todas as saídas se tornaram importantes por representarem uma economia mensal e se tornarem um argumento para contratações. Desde 18 de dezembro e até 21 de janeiro, data das eleições presidenciais no clube, o Conselho de Orientação e Fiscalização (COF) do Palmeiras tem o poder de analisar e até vetar reforços.

Montagem sobre fotos de Djalma Vassão/Gazeta Press e Fernando Dantas/Gazeta Press
Fabinho Capixaba, Patrik e Leandro Amaro treinam em horário diferente do elenco enquanto nenhum time os contrata
Leandro Amaro, Patrik e Fabinho Capixaba treinam em horários diferentes do elenco principal. Outros dois que faziam parte do grupo dos dispensáveis já acertaram empréstimos: o lateral direito Vítor fica no Goiás até 31 de dezembro e o atacante Tadeu defenderá a União Barbarense até 19 de maio de 2013.

Do elenco dispensado por Kleina, o zagueiro Wellington acertou com o Atlético Sorocaba até 30 de abril, assim como o atacante João Arthur – com a diferença de que o atacante poderá enfrentar o Verdão no Paulista –, o atacante Daniel Lovinho é do Linense até 20 de maio, o meia Gilsinho fica no São Carlos até 31 de maio, mesmo período do atacante Tindurim no Grêmio Anápolis-GO e do lateral direito Luis Felipe, do zagueiro Gualberto e do volante Didi na Penapolense – os três estavam no Palmeiras B.

Entre os contratos mais extensos, o goleiro Pegorari fica no Bragantino até 30 de novembro, enquanto o também goleiro Deola defende o Vitória até 15 de dezembro, assim como o atacante Nadson no Avaí. Já o volante Tinga é do Figueirense até 30 de novembro e o lateral esquerdo Gerley fica à disposição do Ceará até 31 de dezembro.

Os jogadores que participaram da campanha do rebaixamento e não tiveram seus contratos renovados são o lateral direito Artur, o lateral esquerdo Leandro, os zagueiros Román e Thiago Heleno, os volantes Correa e João Vitor, o meia Daniel Carvalho e os atacantes Betinho e Obina.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade