Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Valdivia segue sem treinar com bola e dificilmente jogará no domingo

São Paulo (SP)

Ausente nos quatro primeiros dias da pré-temporada, Valdivia também deve ser desfalque na estreia do Palmeiras no ano. Por conta de uma lesão no tornozelo esquerdo, o jogador não treina com bola desde a manhã de segunda-feira e segue sem previsão de volta. É improvável sua presença no jogo contra o Bragantino, neste domingo, no Pacaembu.

O meia se machucou após levar um carrinho de Henrique. Foi constatada uma contusão leve, sem fratura ou entorse, mas desde então ele não trabalha mais com o resto do grupo. O chileno tem trabalhado em dois períodos, inclusive nesta quinta-feira, segundo o clube, quando o elenco só treinará à tarde.

“Ele teve uma melhora considerável do inchaço no tornozelo esquerdo, e a amplitude do movimento articular está normal. O retorno aos treinos com bola depende exclusivamente do conforto e da segurança do próprio Valdivia. Ele só retornará aos trabalhos com o grupo caso se sinta 100%”, disse o méedico Rubens Sampaio.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Meia teve melhora na lesão no tornozelo esquerdo, mas não treina com bola desde segunda, quando se machucou
Sem condições de participar do empate com o Juventus em jogo-treino na terça-feira, o camisa 10 realizou fisioterapia pela manhã e musculação e atividade físicas à tarde na quarta-feira. Nesta quinta-feira, o armador compareceu de manhã para continuar com seu tratamento, e deve fazer o mesmo nessa tarde.

Sem o chileno, Patrick Viera será titular no domingo até por ser a única opção, já que Tiago Real ainda se recupera de luxação no ombro direito e só deve estar à disposição no fim de fevereiro. A escalação de Gilson Kleina no fim de semana deve ser Prass; Ayrton, Mauricio Ramos, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Souza, Wesley e Patrick Vieira; Luan e Barcos.

Valdivia não entra em campo desde 6 de outubro, quando lesionou o joelho esquerdo. Terminou o Brasileiro em que o time foi rebaixado sem fazer gol nem dar assistência. Alegou que se atrasou para se apresentar à pré-temporada, porque treinou durantes as férias em uma clínica de Santiago - mesmo assim, foi multado. Ao chegar, se colocou à disposição para a estreia no Paulista, mas Kleina já adotava cautela mesmo antes da lesão no tornozelo esquerdo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade