Futebol/Copa São Paulo de Juniores - ( - Atualizado )

Após título da Copinha, Muricy confirma oito promoções ao principal

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

A conquista da segunda Copa São Paulo de Juniores da história do Santos, após a vitória sobre o Goiás, na manhã desta sexta-feira, no Pacaembu, foi tema também da entrevista coletiva do técnico Muricy Ramalho, nesta tarde, no CT Rei Pelé. O treinador analisou o desempenho do Peixe e valorizou os jovens garotos santistas no título da Copinha.

“Acompanhei o jogo (decisivo) e acho que o Santos ganhou porque foi melhor. O Goiás, nos outros jogos, teve reações e, por isso, nos preocupou quando tomamos o primeiro gol. Mas o time se portou muito bem, como esperávamos. É uma equipe muito entrosada, pois é a mesma do ano passado. O Santos escolheu fazer isso: colocar um time para ganhar a Copa São Paulo, até porque já fazia muito tempo que não vencia essa competição (o primeiro título foi em 1984). Estão de parabéns”, disse Muricy.

Além de elogiar a campanha dos Meninos da Vila, o comandante destacou que alguns desses atletas devem, realmente, subir para o elenco principal. Oito nomes estão certos: o goleiro Gabriel Gasparotto, os zagueiros Gustavo Henrique e Jubal, o lateral-direito Douglas, o lateral-esquerdo Emerson Palmieri, os volantes Leandrinho e Alison, além do meia Pedro Castro.

“Todos esses ficam comigo. É um time que eu conheço bem, pois a maioria já treinou comigo e vários vão voltar. Porém, também pode ser que alguns novos nomes sejam incluídos. Temos que ouvir as pessoas que trabalharam com esses garotos, para saber quais jogadores vamos utilizar”, comentou.

Dos nomes confirmados por Muricy Ramalho, apenas o zagueiro Jubal não vai ter férias, antes de se juntar ao grupo principal. Isto porque, o outro defensor que subiu para o profissional, Gustavo Henrique, sofreu uma lesão recentemente. Desta forma, Jubal irá compor o elenco, devido a escassez de opções para a zaga.

“O Gustavo sentiu um problema nas costas e o Jubal terá que vir agora, por causa disso. Ele não vai ter nem como comemorar, não vai ter férias. No mais, a gente vai dar um descanso para esses meninos. Eles jogaram o Paulista e a Copa do Brasil (sub-20) no final do ano passado e estão no limite físico”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade