Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Arouca elogia Renê Júnior e vê “dor de cabeça” boa para Muricy

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Com a chegada de novos reforços, o meio-campo do Santos deixou de ser um dos setores mais criticados da equipe, como aconteceu no final do ano passado. Para Arouca, a presença de Renê Júnior no time dá mais liberdade para ele e Cícero se apresentarem mais para ajudar o ataque.

“O Renê é um jogador que faz muito bem essa função na frente da zaga. Durante a partida (contra o Botafogo-SP), o Muricy pediu para que ele atuasse como um terceiro zagueiro. Ele tem muita técnica, além de ser muito bom na marcação, o que dá mais liberdade para mim e para o Cícero ajudarmos o Montillo na armação de jogadas ofensivas”, explicou.

Indagado se não temeria perder a sua vaga na formação titular, por conta das boas exibições de Renê Júnior e Cícero, além da contratação do experiente Marcos Assunção, Arouca se mostrou tranquilo quanto ao trabalho desenvolvido no clube praiano.

Segundo o volante, que foi convocado novamente para defender a Seleção Brasileira, a disputa pela titularidade é positiva para o elenco alvinegro e, principalmente, para o técnico Muricy Ramalho, que agora tem mais alternativas para escalar a equipe e alterá-la, no decorrer dos jogos.

“Aqui tem grandes jogadores. O Renê fez uma grande partida e o Assunção está voltando. Mas fico tranquilo porque me esforço nos treinos para dar sempre continuidade no time. Os jogadores que chegaram dispensam comentários, estão dando uma nova cara para a equipe. É uma dor de cabeça boa para o Muricy. É positivo ter atletas de qualidade. Quem ganha com isso é o Muricy e o Santos”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade