Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Com gol de Cícero, Santos bate Ituano e segue líder do Paulistão

Do correspondente Rodrigo Martins Itu (SP)

Sem uma atuação brilhante, o Santos conseguiu derrotar o Ituano, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Estádio Novelli Júnior. O meia Cícero marcou o gol da vitória, no começo do segundo tempo.

O triunfo fora de casa manteve o Peixe na liderança do Campeonato Paulista, após quatro jogos. Os santistas chegaram aos 10 pontos ganhos na tabela. Já o Galo de Itu segue sem vencer, com dois pontos, na 15ª posição.

A partida também foi marcada por uma polêmica. Durante a etapa inicial, o atacante Neymar acusou o técnico do Ituano, Roberto Fonseca, de uma ofensa racista - com o termo macaco. O treinador desmentiu o ataque verbal e disse que só falou que o rival era "cai-cai".

Os alvinegros enfrentam o São Paulo, em clássico marcado para o próximo domingo, às 17 horas (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Já o Ituano visita o Mirassol, no dia anterior.

O jogo –Logo no primeiro minuto da partida, Cambará sobe mais alto que a zaga santista, após cobrança do escanteio, e a sua cabeçada passa por cima do gol, assustando o goleiro Rafael.

O Peixe respondeu, em cobrança de falta com Neymar, aos 18. A Joia bateu a infração por cima da barreira, exigindo boa defesa de Anderson, que espalmou a bola, afastando o perigo.

Sem conseguir furar o bloqueio montado pelo Ituano, o time alvinegro precisou das orientações do técnico Muricy Ramalho no intervalo para voltar melhor e abrir o placar.

Com o meia Felipe Anderson no lugar do centroavante André, que mais uma vez não deixou a sua marca e foi substituído, o Santos melhorou e chegou ao gol, aos três minutos, com um forte chute de Cícero, de fora da área. Anderson não conseguiu fazer a defesa e a bola balançou as redes.

Melhor na etapa complementar, a equipe praiana quase marcou o segundo, logo em seguida. Aos sete, após confusão na área, a bola sobrou para Miralles, que tirou o goleiro e bateu desequilibrado, na direção do gol. Antes de a bola entrar, a zaga do Galo de Itu salvou aquele que seria mais um gol do Peixe.

No minuto seguinte, Bruno Peres se lançou ao ataque e arriscou um chute de longa distância, com a bola passando perto da trave de Anderson.

Com a vantagem no placar, os santistas passaram a jogar com maior segurança, neutralizando o adversário e apostando nos contra-ataques. Em um deles, aos 37, Neymar recebeu dentro da área e, cercado por um zagueiro, encontrou espaço para dar um leve toque por baixo da bola, encobrindo o goleiro Anderson e acertando o travessão.

Antes do apito final, o lateral-direito Leandro Silva, que já tinha cartão amarelo, fez falta dura em Neymar e foi expulso pelo árbitro, deixando o seu time com um a menos nos últimos minutos do confronto.

Os alvinegros souberam administrar a vantagem nos minutos finais e alcançaram a terceira vitória no Paulistão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade