Futebol/Copa São Paulo de Juniores - ( - Atualizado )

Nos pênaltis, Santos vence Grêmio Osasco e vai às quartas da Copinha

Jaguariúna (SP)

O Santos sofreu, empatou no tempo regulamentar e perdeu pênalti, mas foi às quartas de final da Copa São Paulo de Juniores. Contra o Grêmio Osasco, o Peixe ficou no 1 x 1 no tempo regulamentar e saiu atrás nas penalidades, mas conseguiu reverter o resultado e garantir uma vaga na próxima fase - o placar das cobranças foi 4 x 3. Agora, o Alvinegro encara o Audax-SP, que venceu a Ferroviária por 7 a 0 também nesta quinta.

O jogo - A partida começou tão emocionante quanto disputada. Apesar da diferença de tradição que separa as duas equipes, o Grêmio Osasco não se intimidou e jogou no mesmo nível que o Santos por todo o primeiro tempo. Ainda assim, quem abriu o placar foi o Peixe. Aos 15 minutos, após cobrança de escanteio, o meia Léo Cittadini deu uma de atacante, apareceu na segunda trave e tocou no lado oposto ao goleiro, botando o Santos na frente.

No entanto, a alegria alvinegra durou pouco. Cinco minutos depois, também em cobrança de escanteio, o zagueiro santista Juball balançou as redes mais uma vez, mas contra o próprio gol, voltando a igualar o placar.

A partir daí as duas equipes continuaram criando chances, sendo as melhores com o meia Pedro Castro para o Santos, com belo chute de fora da área, e com o atacante Jéferson para o Grêmio, que exigiu boas defesas de Gabriel. Entretanto, o placar permaneceu o mesmo até o fim da primeira etapa.

Para o segundo tempo, a princípio, nenhum dos dois técnicos optou por alterar sua equipe, o que acabou prejudicando o andamento da partida. Sem o mesmo ritmo dos 45 minutos iniciais, os atletas de ambos os lados tinham dificuldade para levar perigo ao gol adversário. Até que, por volta dos 30 minutos, os dois treinadores começaram a mudar: Leandrinho entrou no lugar de Pedro Castro no Peixe, enquanto Alessandro substituiu Wallace no Grêmio.

As alterações começaram a surtir efeito, e o jogo melhorou, com boa vantagem para o Santos. Giva – o melhor da partida - e o próprio Leandrinho começaram a atacar bastante o Grêmio Osasco, mas esbarravam nas boas defesas e na sorte do adversário, o que acabou levando a decisão para os pênaltis.

A primeira cobrança provou que a emoção estava só começando. Gustavo Henrique, que havia saído do banco só para bater a penalidade a favor do Peixe, perdeu logo de cara. Assim, o Grêmio seguiu na frente até a quarta rodada de cobranças, quando Kláuber isolou a bola e deixou o Santos empatar. Justamente na rodada final, Neilton acertou e botou a equipe praiana na frente pela primeira vez. Jéferson foi para o chute derradeiro e mandou à direita de Gabriel, que conseguiu espalmar e garantir a emocionante classificação santista.

Ferroviária é atropelada – Na outro jogo válido das 16 horas, o equilíbrio não existiu. O Audax goleou a Ferroviária por 7 a 0 e também foi às quartas de final. Caio, Jorge (duas vezes cada um), Diego, Pedro Paulo e Romário foram os autores dos gols, em partida disputada em São Paulo. Agora, a equipe encara o Peixe na próxima fase, em dia ainda não definido.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade