Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Aloísio tem vergonha de pedir para jogar, mas é escalado por Ney

Helder Júnior São Paulo (SP)

O atacante Aloísio foi o único dos titulares do São Paulo na goleada sobre o Bolívar, pela pré-Libertadores, mantido pelo técnico Ney Franco para a partida contra o Atlético Sorocaba, sábado, no Morumbi. Ele não ficou incomodado com a decisão do comandante. Muito ao contrário.

“Que nada! Queria muito jogar, mas estava com vergonha de pedir ao Ney. Preferi não falar nada”, comentou Aloísio, contente com o espaço que começou a adquirir. “Antes do treino, o professor perguntou se eu queria jogar. Disse que sim, claro, e contei que tinha vergonha de falar.”

Mais preocupado com o jogo de volta contra o Bolívar, fora de casa, Ney decidiu escalar apenas atletas considerados reservas ao lado de Aloísio diante do Atlético Sorocaba. “Mas ele só confirmou a minha escalação para o próximo jogo. Ainda preciso buscar a minha chance para quarta-feira”, ressalvou o acanhado atacante.

Vindo do Figueirense, Aloísio começou a perder a timidez dentro de campo pelo São Paulo. O jogador chegou ao Morumbi teoricamente para a reserva de Luis Fabiano, porém se adaptou a atuar pelo lado direito do campo, e não centralizado. “Quero jogar. Pode ser de qualquer jeito”, avisou.

Fernando Dantas/Gazeta Press
À vontade dentro de campo, Aloísio ainda tem vergonha de fazer pedidos aos técnico Ney Franco
Com tanta disposição, o atacante está pronto para encarar a partida contra o Atlético Sorocaba como se fosse um confronto de Libertadores. “Quero mostrar o meu melhor futebol. Será um jogo bom para todos apresentarem alguma coisa para a torcida e para o professor”, concluiu Aloísio.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade