Futebol/Copa São Paulo de Juniores - ( - Atualizado )

De maneira heroica, Goiás bate São Paulo e vai à semi da Copinha

São Carlos (SP)

De maneira heroica, o Goiás garantiu uma vaga nas semifinais da Copa São Paulo de Juniores. Depois de sair na frente no placar, a equipe tomou uma virada do São Paulo, mas, aos 47 minutos do segundo tempo, com um jogador a menos, empatou por 2 x 2 e levou o jogo para os pênaltis. Nas cobranças, acertou todas os chutes e bateu o Tricolor por 5 x 3.

O triunfo levou o Esmeraldino à semifinal da Copa São Paulo de Juniores, etapa em que a equipe irá enfrentar o vencedor de Grêmio e Bahia.

O jogo - Mesmo com o forte sol que marcou a manhã de São Carlos, as duas equipes entraram em casa dispostas a mostrar que sabiam da importância da partida. Com boas chances dos dois lados, embora ambos os times pecassem tecnicamente em alguns momentos, o Goiás abriu o placar aos 17 minutos. Clayton mandou um petardo de fora da área e marcou um golaço, colocando o Esmeraldino na frente.

Mas o Goiás teve pouco tempo para comemorar. Quatro minutos depois, em cobrança de falta de João Schmidt, Luiz Eduardo desviou de cabeça e deixou tudo igual mais uma vez.

O segundo tempo não fez com que nenhuma das duas equipes diminuísse o ritmo, embora tenha sido marcado no começo por leve vantagem do Goiás. O Esmeraldino aproveitava principalmente os espaços deixados na lateral-direita tricolor, usando a velocidade de seus atacantes.

Rubens Chiri/Site Oficial SPFC
Com um gol e uma assistência, o meio-campista João Schmidt tentou, mas não conseguiu impedir a eliminação tricolor
A estrela de João Schmidt voltou, no entanto, a brilhar. Se no lance do primeiro gol foi ele o responsável por colocar a bola na cabeça de Luiz Eduardo, aos 22 minutos o meio-campista subiu mais do que a marcação e balançou as redes pela segunda vez para o Tricolor.

Cerca de 25 minutos depois, o Goiás perdeu Felipe, expulso, depois de o zagueiro fazer duas faltas em sequência, recebendo um cartão amarelo em cada uma delas.

Aos 47 minutos, quando tudo parecia resolvido, um personagem chave da partida começou a aparecer. O meia são-paulino Mirrai, que havia saído do bando, perdeu um gol inacreditável a pouco mais de um metro da trave, desperdiçando a chance de selar a vitória. Na volta do lance, o lateral esquerdo esmeraldino Mario Sérgio recebeu bola pelo alto e empatou a partida, levando a decisão para os pênaltis.

Nas cobranças, os atletas acertaram as sete primeiras penalidades, colocando o Goiás na frente, por 4 x 3. Foi aí que o próprio Mirrai deperdiçou o primeiro chute, confirmando a vantagem goiana. O meia Paulo foi para o pênalti derradeiro e acertou o chute, garantindo a classificação heroica da equipe do Centro-Oeste.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade