Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

De saída, Cícero e Paulo Assunção nem se reapresentam ao São Paulo

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Dois meio-campistas são-paulinos não estiveram na reapresentação do elenco, nesta quinta-feira. Cícero e Paulo Assunção, com contrato ainda em vigor, acertam sua saída do clube e, por isso, receberam autorização para não comparecer.

Cícero tem vínculo até 4 de julho e, apesar de ser elogiado por dirigentes e o capitão da equipe, o goleiro Rogério Ceni, perdeu espaço ao longo da temporada passada e não vai continuar. O destino do meia de 28 anos pode ser o Santos.

Já Paulo Assunção, quatro anos mais velho do que o companheiro, foi contratado para suprir carência de volantes, porém, ao contrário do que dizia o técnico Ney Franco, não se tornou "titular absoluto". Principalmente depois que o jovem Wellington se recuperou. Seu vínculo com o São Paulo se encerra em 19 de julho, e ele deve retornar ao futebol espanhol.

O São Paulo confirmou ainda que o atacante Henrique e o lateral esquerdo Juan, emprestados até o fim do ano passado, também não foram ao CT da Barra Funda nesta quinta-feira. Enquanto o primeiro negocia com o Botafogo, o segundo ainda tem futuro incerto.

Reprodução
Página de meio-campistas no site do clube não tem mais Paulo Assunção; Cícero também deve sair
Por outro lado, a reapresentação teve novidades. Reforços para a temporada, o zagueiro Lúcio e os atacantes Aloísio e Negueba tiveram o primeiro contato com os demais atletas do grupo. Os dois últimos vestirão a camisa tricolor pela primeira vez nesta sexta.

No primeiro dia de trabalho, todo o grupo foi submetido à medição do percentual de gordura e, em seguida, seguiu para o CT das divisões de base, em Cotia, onde será a pré-temporada.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade