Futebol/Copa Libertadores - ( )

Mesmo na pré-Libertadores, Ney Franco vê Tricolor à frente do Verdão

Tossiro Neto Cotia (SP)

O Palmeiras está assegurado no grupo 2 da Copa Libertadores, enquanto o São Paulo precisa passar da fase preliminar, em confronto mata-mata contra o Bolívar, para alcançar a terceira chave do torneio. Ainda assim, o técnico da equipe tricolor vê o rival alviverde abaixo dos demais brasileiros na disputa sul-americana.

"Todos os times brasileiros estão no mesmo nível. O que vai valer mesmo é o trabalho de campo. Nosso elenco é tão qualificado quanto o elenco de Corinthians, Fluminense, Atlético-MG e Grêmio", foi o discurso de Ney Franco, antes de ressalva. "E não podemos menosprezar a tradição do Palmeiras, a camisa do Palmeiras".

No mesmo ano em que foi usada para conquistar a Copa do Brasil, a camisa do Palmeiras não foi suficiente para impedir o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. A queda resultou em desmanche do elenco, que segue incompleto às vésperas do começo da temporada.

Apesar de pôr o São Paulo à frente do rival, Ney Franco não soube dizer qual será o diferencial de seu time na busca pelo quarto título da competição.

"Não existe (um diferencial). Não adianta querer comparar elenco e achar que, em determinada posição, a gente tem melhores jogadores. Isso depende da entrega dos jogadores ao trabalho, que é o que fazem as equipes vitoriosas", analisou o comandante tricolor.

O primeiro duelo com o Bolívar será em 23 de janeiro, na capital paulista. Já a partida de volta está marcada para o dia 30, na altitude de 3.600 metros de La Paz. O vencedor se juntará ao também boliviano The Strongest, Atlético-MG e Arsenal (Argentina).

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade